domingo, 8 de setembro de 2013

Intocáveis

Assisti Intocáveis (2011) de Olivier Nakache e Eric Toledano no Telecine Premium. Eu tinha visto um trailer nos cinemas e queria muito ver. Só consegui agora que estreou na tv a cabo. É lindo demais! François Cluzet interpreta um tetraplégico que contrata um desajeitado ajudante interpretado por Omar Sy. Os dois arrasam. Esse rico homem contrata esse inexperiente porque ele não tinha pena das limitações do outro. Nem queria o emprego.

Muito politicamente incorreto, esse cuidador faz o seu paciente sempre ultrapassar os seus próprios limites. Ele não aceita o carro adaptado, leva em um carrão de luxo. Eles se divertem, agem. A família do ricaço fica preocupada. Intocáveis é baseada em uma história real. No final aparece o paciente e o cuidador, não é um negro enorme como no filme. Alguns outros do elenco são: Anne Le Ny, Audrey Fleurot e Absa Diatou Toure. Omar Sy ganhou César de Melhor Ator.

Beijos,
Pedrita

19 comentários:

  1. Tenho ido tão pouco ao cinema nos últimos tempos que começo a ficar desatualizado dos filmes que estão a ser feitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. carlos, ao cinema eu vou em geral uma vez por mês. vejo muito filme na tv a cabo qd sobra um pouco de tempo.

      Excluir
  2. Pedrita, este filme é uma lição de vida. Fiquei muito entusiasmada é um filme que alimenta a alma.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Esse eu consegui ver no cinema. Adorei! O ator que faz o cuidador é excelente! Virei fã dele.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você, este filme é divertido e alentador, muito bom, rsrs.

    ResponderExcluir
  5. Este filme teve um sucesso estrondoso aqui na Alemanha.

    É um filme divertido, mas para quem leu o livro como eu, acho que o realizador tomou liberdades demais, tendo o filme, no final de contas, pouco a ver com a história original.

    O actor que faz o cuidador faz um papelão, só que na vida real o cuidador é um marroquino bem apagado.

    Em resumo: um bom filme, mas se querem saber a verdadeira história, leiam o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ematejoca, aqui não teve um sucesso estrondoso, mas só pelos comentários, muitos blogueiros amigos viram. eu li logo no início que é livremente inspirado na dupla, então imaginei que o livro seria mais fiel. eu fiquei com vontade de ver o livro assim q vi q o marroquino é bem diferente do ator que fez o cuidador. achei o filme incrível, os atores arrasam. mas ver outra forma tb seria bacana. obrigada.

      Excluir
  6. Perdi de vê, esse belo filme. Esqueci o horário.
    Não sei o que me deu na cabeça.

    Pedrita, não sei pq vc responde aqui, nos comentários.
    Ninguém volta para ler isso, tenho quase certeza.
    Vc precisa é ir nos blogs e comentar lá, eu penso.
    Lembro sempre, que quando a gente envia uma correspondência não vai na casa do destinatário buscar resposta.
    Pense nisso.
    Gosto muito de seus textos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, eu vou nos comentários das pessoas, mas qd me perguntam algo, qd é para conversar sobre o post mesmo comento aqui. acabam lendo quem vai comentar tb.

      Excluir
  7. Pedrita, vim conhecer seu blog através do post da Liliane. Adorei!
    Vi a propagand do filme, mas não tenho esse canal :(
    Vou tentar achar em dvd, Deve ser lindo.
    Um super bj

    pontocruzdachris.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. christiane, é capaz de já ter o dvd. obrigada pela visita, vou conhecer o seu blog.

      Excluir
  8. Pedrita, é um dos nossos filmes preferidos. Adoramos assisti-lo em familia.

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Só vi o filme na reprise de quarta-feira, e adorei. Muito divertido e surpreendente, pois filmes com pessoas deficientes normalmente tendem a apelar para o sentimentalismo e a tragédia.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lê, eu gostei exatamente que o tetraplégico escolhe esse cuidador pq ele não tinha pena dele e se divertia criando atividades para os dois.

      Excluir

Bons comentários!