quinta-feira, 27 de abril de 2017

Amén

Assisti Amém (2002) de Costa-Gavras na ClaroTV. É um filme muito difícil de ver baseado na história do oficial da SS Kurt Gerstein. Ele era um cientista e criou um veneno para parasitas. O exército o convoca, só depois de um tempo ele descobre que a sua invenção estava sendo usado para matar pessoas em massa nos fornos dos campos de concentração.

Desesperado ele se une a um padre para tentar vazar a informação para o mundo tentando parar o extermínio continuado. Kurt Gerstein vê inclusive o produto dele em ação e fica chocado. Mas vai ficando cada vez mais desesperado e enojado de saber que 10 mil judeus, ciganos e outros excluídos da época eram dizimados diariamente. Muito assustador como todos tentam ignorar de forma hipócrita os avisos. O Papa promete no Natal falar, mas ignora. Pedem provas, tudo para retardar a tomada de decisão. Só começam mesmo a proteger uma minoria de judeus convertidos católicos quando a Alemanha rende a Itália. E mesmo assim segregam os judeus dos convertidos. Kurt Gerstein é interpretado brilhantemente por Ulrich Tukur. O ator faz o contido alemão que conseguia esconder dos nazistas que estava tentando avisar o mundo das atrocidades. O padre que o ajuda por Matthie Kassovitz.
O elenco todo é muito bom: Sebastian Koch, Ulrich Mühe, Ion Caramitru e Hans Zischler. O filme é muito angustiante já que sabemos que não conseguiram fazer nada. Enquanto tentavam avisar os americanos, a igreja, os judeus eram exterminados em massa nas câmaras de gás e nos campos de concentração. Amén ganhou inúmeros prêmios como César de Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Ator para Matthie Kassovitz.

Beijos,
Pedrita

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Sergio Britto - O Mestre dos Palcos

Assisti ao documentário Sérgio Britto - O Mestre dos Palcos (2016) de Vince Tigre e Rozane Braga no Curta! Há um tempinho eu vi que tinha esse documentário na programação. Sempre fui fã do Sérgio Britto. No teatro eu vi duas peças com ele e foi muito impactante. Que eu me lembre, na televisão, eu vi um especial na TV Globo, a série Memorial de Maria Moura Chiquinha Gonzaga e na TV Manchete, Xica da Silva, Dona Beija, Pantanal e Marquesa dos Santos . E o maravilhoso filme O Maior Amor do Mundo.

O documentário falou de vários trabalhos, como Sérgio Britto começou. Nathalia Timberg fez vários trabalhos com ele e contou muitas histórias, Fernanda Montenegro também. E muitos outros depoimentos de grandes profissionais como Irene Ravache e Amir Haddad.

Entrevistas antigas com ele e com Gerald Thomas, Maria Della Costa. Gostei demais do documentário. Falaram de várias peças, o quanto ele ampliava funções, unia as pessoas. Muito emocionante!

Beijos,
Pedrita

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Maze Runner: Correr ou Morrer

Assisti Maze Runner: Correr ou Morrer (2014) de Wes Ball no TelecinePlay. Na verdade ver esse filme estava uma novela. Coloquei pra gravar e faltou o final, coloquei de novo e deu o mesmo erro. Só parou de dar o erro quando gravei na Fox. Acho que era algum erro de configuração do Telecine. Gostei bastante e quero ver o seguinte. A série é baseada nos livros de James Dashner.

Um rapaz chega de elevador em um vale cercado de pedras que é um labirinto na verdade. Lá vivem vários rapazes. Os corredores vão ao labirinto quando abre para tentar achar a saída. Logo esse rapaz se une aos corredores. É interessante porque é bem vídeo game. Há sempre novas fases a alcançar.

Há várias questões interessantes quando eles conseguem sair do labirinto. Tudo está destruído no laboratório e ouvem uma mulher dizer que o mundo tinha acabado e por algum motivo esses jovens sobreviveram e eles queriam entender o que eles tinham de diferente. E por isso o teste no labirinto. O laboratório foi destruído e essa mulher está morta. Mas aí vemos ela em uma reunião viva, dizendo que os rapazes acreditaram na encenação e que seguiriam para as próximas fases. A mulher disse que não esperava que tantos saíssem vivos, que foi um número bem maior que esperavam. O último rapaz que chega é interpretado por Dylan O´Brein. A menina por Kaya Scodelario. Adoro o ator Thomas Brodie-Sangster. Alguns outros são: Ki Hong Lee, Will Poulter, Dexter Darden, Patricia Klarkson e Blake Cooper.
Beijos,
Pedrita

domingo, 23 de abril de 2017

Aquilo que nos Une

Vi a exposição Aquilo Que Nos Une na Caixa Cultural São Paulo. Fiquei fascinada! 40 obras reunidas pela costura. A curadoria é de Isabel Sanson Portella. Essa obra é de Carolina Ponte, feita em crochê. A mostra já passou pelo Rio de Janeiro.
Obra Rosa Vermelha de  Ana Linnemann

São surpreendentes, inteligentes, com olhares completamente particulares. Algumas são belas, outras desconcertantes, umas lúdicas.

Obra Mãe e Filho de Rosana Palazian

Muitos símbolos de tradições como peças de linha engomadas trazem críticas sociais. 

Obra Linhas e Tramas de Sonia  Gomes

A mostra Aquilo Que Nos Une fica em cartaz até dia 14 de maio. E é grátis!


Beijos,
Pedrita

sábado, 22 de abril de 2017

J. Borges - 80 Anos

Fui a exposição J. Borges - 80 Anos na Caixa Cultural São Paulo. O bom de ir nesse espaço é que é possível ver gratuitamente vários eventos maravilhosos em uma única visita. E que surpresa ter descoberto por lá essa belíssima mostra desse xilogravurista pernambucano.

J. Borges gostava de cordel e começou a escrever as suas histórias, como não tinha dinheiro para os desenhos ele mesmo os fazia. Há vários livrinhos de cordel na exposição e também as matrizes de xilogravuras. São 30 obras maravilhosas! A exposição já passou pelas Caixas Culturais de Salvador e Recife. Não sei se em outras praças. Na Caixa Cultural São Paulo fica em cartaz de graça até 7 de maio.

Beijos,
Pedrita