quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

GloboNews Documenta - O Caso dos Nove Chineses

Assisti GloboNews Documenta - O  Caso dos Nove Chineses na GloboNews. Eu tinha ouvido falar um pouco desses chineses no curta Meus Amigos Chineses que comentei aqui. Inclusive o diretor, Sergio Sbragia fala nesse documentário. Esse especial fala de uns chineses que viviam no Rio de Janeiro, foram presos e torturados na ditadura, depois deportados de volta para a China. No especial falam de um livro que conta um pouco dessa triste história.

A Comissão da Verdade investiga esse caso. O documentário mostra que na época do Jânio Quadros, o vice-presidente João Goulart esteve na China para estreitar relações e terem intercâmbio econômico. Após isso esses chineses vieram em busca de oportunidades de negócios. Todas as acusações para a prisão não se sustentam. As relações entre os países ficaram muito ruins. Ironicamente, algo que o Brasil costuma fazer muito, Geisel tentou retomar as relações comerciais. Uma ditadura que perseguia comunistas queria relações comerciais com um país poderoso mesmo ele sendo comunista. Os chineses que por esse episódio nunca receberam um pedido de desculpas, recusaram. As relações comerciais com os chineses são mais recentes. Mais um vergonhoso episódio da nossa história. Por enquanto é possível ver esse documentário no site da Globo.

Beijos,
Pedrita

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Duas Vidas

Assisti Duas Vidas (2012) de Georg Maas no Max. Esse filme norueguês escolhe um personagem para contar parte de uma história de espionagem no país. Foram muitos espiões aliciados por espontânea vontade ou não para trabalhar na Noruega. Alguns foram descobertos, outros não. É baseado no livro de Hannelore Hipe, Eiszeiten. Começa com a história de uma mulher avisando por telefone que está em perigo. Um advogado quer tentar ressarcir as crianças que foram para orfanatos enquanto os seus pais iam para campos de concentração na própria Noruega.

A mulher com medo tem uma bela família. Ela é muito feliz com o marido, sua filha tem um bebê e ainda tem a avó. Aos poucos ficamos sabendo que sua avó se envolveu com um alemão. Ela foi enviada então a um campo de concentração e sua filha foi para um orfanato na Alemanha. Com o tempo essa mulher quer achar a sua mãe e volta para a casa. Mas há muitos segredos que vão sendo revelados. A avó é interpretada pela Liv Ullmann

O marido por Sven Nordin. A protagonista por Juliane Köhler. A filha por Julia Bache-Wiig. O advogado por Ken Duken. Vários outros atores aparecem nas reconstituições, nos depoimentos. Filme triste, incrível! Mostra o quanto a questão da espionagem, da guerra é bem mais complexa que imaginamos. Muito distante do maniqueísmo apregoado na maioria das vezes.

Hoje o blog Mata Hari e 007 faz 13 anos de existência. Obrigada a vocês leitores e amigos que compartilham comigo a minha vida cultural. E obrigada a todos os eventos culturais que me proporcionam o prazer de blogar.


Beijos,
Pedrita

domingo, 14 de dezembro de 2014

Musicaplena e Brassuka

Fui aos Concertos CCBB de Música Clássica com o Musicaplena e o Brassuka na Igreja das Chagas do Seráphico Pai São Francisco. Mais uma belíssima apresentação gratuita nessa lindíssima igreja. Inicialmente tocou o Musicaplena, com instrumentos de época e repertório do período renascentista abordando o período musical da época de Shakespeare. Eu sou fascinada por apresentações com repertório de pesquisa e obras raras. Anna Maria Kieffer é pesquisadora e idealizadora do Musicaplena. Foi belíssimo!
Músicos do Musicaplena:
Sui Wong, soprano
Ana Maria Kieffer, mezzo – soprano
Alessandro Greccho,  tenor
Carolina Rosati Colepicolo, violino barroco
Iara Ungarelli, viola da gamba
Rosimary Parra, alaúde, guitarra barroca
Leonardo Fernandes, flautas, cravo,  órgão

Programa do Musicaplena:
William Byrd (1540-1630) - Hey Ho to the Greenwood
John Dowland  (1563-1638) - The Queen’s Galliard
John  Dowland  - Flow My Tears
John Dowland  - Can she excuse/ The Earl of Essex Galliard
John Dowland  - Come heavy sleep
John Dowland - Go, nightly cares
John  Dowland - Fine knaks  for ladies
Anônimo, Pammelia, 1609 -  Hey Ho, Nobody at HomeW. Shakespeare (1564 -1616)  Prólogo
(trecho de “ The Taming of the Shrew  /A Megera Domada”)
Thomas Morley ( 1557? – 1602)The Lord Souche’s Maske
Anônimo  -  The Willow Song ( “Othelo”)
Thomas Morley (1557 -1602 )    It was a lover and his lass (”As You Like It / Como Quiseres”)
King Henry VIII (1491-1547) - Come away, death (“The Twelfth Night” / Noite de Reis”)
Thomas Augustin  Arne (1710- 1778) Where the Bee Sucks (”The Tempest / A Tempestade”)
John Wilbie ( 1574?-1638)  - Adieu Sweet Amaryllis                                        
W. Shakespeare (1564 -1616)   Epílogo
(trecho de “A Midsummer Night's Dream / Sonho de uma Noite de Verão”)
H. Purcell (1659 - 1695) - Music for a while (“Oedipus”- John Dryden)
G.  F. Handel   (1685 – 1759) -  V’adoro, pupille (“ Giulio Cesare”)
G. F. Handel -  Dopo notte  (“Ariodante”)

Depois o Brassuka interpretou um repertório mais conhecido com obras de Villa-Lobos, Verdi, Puccini e Offenbach. A curadoria desses concertos é do Júlio Medaglia que fez a apresentação desse dia. A igreja estava lotada. 

Programa do Brassuka:
Fanfare La Peri (Paul Dukas)
Carmem - Aragonaise / Habanera / Toreador (Georges Bizet)
Can Can - Brass ensemble (Jacques Offenbach)
Nessum dorma (Giacomo Puccini)
Sonata No 22 (Johann Pezel)
Pavane Batallie (Tielman Susato)
Danças Renascentistas (Tielman Susato)
Earl of Oxford's March (William Byrd)
Suíte Batalha (Samuel Scheidt)
O Trenzinho Caipira (Villa-Lobos)

Beijos,
Pedrita

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Detona Ralph

Assisti Detona Ralph (2012) de Rich Moore no Telecine Premium. Sempre quis ver essa animação, adoro animações. Ralph é um personagem de um joguinho antigo de fliperama. Eu não conhecia esse joguinho, nem vários que são mencionados no filme. Ele detona tudo então não é convidado para uma festa do joguinho. Ele fica muito triste, é de cortar o coração a exclusão dele, então diz que vai ganhar uma medalha pra sair do lixo que vive.


Ele vai então em outro joguinho buscar medalhas. Adorei mostrar as diferenças de definições de joguinhos mais novos e mais antigos. Muito triste as histórias dos joguinhos ultrapassados e dos personagens de joguinhos antigos desempregados. Ralph é muito bonzinho, ajuda todos.

Uma graça quando ele vai em um joguinho de corridas e conhece uma bonequinha que é um bug. Eu fiquei muito triste quando ele detona o carrinho dela. O roteiro é muito bonitinho.

Beijos,
Pedrita

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Ebola: Ana Paula Padrão na África no meio da guerra contra o vírus mortal

Assisti a reportagem Ebola: Ana Paula Padrão na África no meio da guerra contra o vírus mortal na Band News. Eu tinha ouvido falar nessa matéria, zapeando, começava nesse canal que praticamente não assisto. Incrível trabalho de reportagem. Corajosa toda equipe de ir na Guiné mostrar a situação da capital em meio a epidemia. Eu gosto muito da seriedade dessa jornalista. Deve ter sido muito difícil conseguir todas as autorizações para a realização da matéria. Como o país sofre muito preconceito, a equipe não foi bem recebida em vários lugares.

A reportagem mostrou os costumes nessa região. A maioria é muçulmana ou católica. Como são muitos mortos, os cemitérios não estão dando conta. E apesar de ninguém dizer, na própria matéria foi possível ver ossos em uma cova aberta, mostrando que os mortos já estão sendo superpostos. Os costumes muçulmanos no enterro são de toque. Eles sofrem muito de não poder abraçar e fazer os rituais nos mortos. 

A falta de informação é outro fator de disseminação. Várias cidades não tem energia elétrica, não tem rádio nem televisão. E como a maioria que vai para os acampamentos de isolamento não voltam, eles acham que é lá que é propagado o vírus, então relutam em levar os seus doentes e tratam em casa e a família toda acaba adoecendo. Boa parte das roupas e equipamentos que são usados são queimados, não são reutilizados. O que gastam e o que precisam para cuidar dos doentes é muito alto. O tempo todo eles precisam lavar as mãos em água clorada. Isso é praticado antes de entrar nas casas, nas poucas escolas que continuam abertas. O Ebola não passa pelo ar, é preciso contato com secreção, com a pele, principalmente levando a mão a boca, nariz ou olhos. Entre os que trabalham no cuidado aos doentes estão os Médicos sem Fronteiras e a Cruz Vermelha. A equipe só pode ir até a primeira área do isolamento. Nada pode tocar o chão. Nenhum equipamento da filmagem, fios, tripés, podem tocar o chão nessa área. Há poucos hospitais que não tratam dos doentes com Ebola, muitos com malária com sintomas iniciais parecidos. Há na capital muita precariedade e falta de recursos,
Dá para assistir essa reportagem no site da Band.

Beijos,
Pedrita