quinta-feira, 5 de março de 2015

A Concepção

Assisti A Concepção (2015) de José Eduardo Belmonte no Cine Chat Brasil do Canal Brasil. Não participei das conversas sobre o filme na internet. Só vi o filme. O tempo todo me lembrava o incrível Os Idiotas de Lars Von Trier e parece que a referência não foi aleatória. A Concepção é ambientada em Brasília.

Aos poucos vamos tentando entender o que acontece. Um grupo se reúne em um apartamento para viver sem regras e livremente. Até que aparece X, levando drogas, muitas pílulas, fórmulas que cria. Passam a aparecer e viver com eles muitas outras pessoas. Criam então A Concepção, um manifesto. Como em Os Idiotas, muitos ali só querem diversão, viver livre, mas alguns querem fugir de suas vidas opressoras. Eles queimam identidades, o falsificador faz outras, faz cheques, cartões de crédito falsos. Também eles passam a interpretar outras pessoas. Se vestem diferente, colocam terno, entram em reuniões como se participassem, passam a dar palpites. Vivem vários personagens.

É muito parecida a história de uma com outra de Os Idiotas. Ela não suportando a situação do pai desaparece. Depois de problemas sérios com drogas é internada, acham a irmã que vai buscá-la. Parece que a irmã sentiu saudades, mas depois vemos que o que a irmã queria mesmo era a volta da outra, porque é a outra que cuida do pai doente. A irmã não faz nada enquanto a outra que estava desaparecida se desdobra em cuidados.


O elenco é ótimo. Os amigos iniciais são interpretados por Juliano Cazarré, Milhem Cortaz e Rosanne Mulholland. X é interpretado por Matheus Nachtergaele. A amiga que forma o quarteto por Gabrielle Lopez. Outro amigo é interpretado por Murilo Grossi, A Concepção ganhou dois Candangos no Festival de Brasília, de Melhor Trilha Sonora e Edição. Acabei vendo o vídeo do Cine Chat depois.

Beijos,
Pedrita

14 comentários:

  1. Oi, Pedrita.
    Nunca tinha ouvido falar nesse filme ainda. Achei interessante e acredito que a gente pode tirar muitas lições desse grupo de jovens que querem viver de maneira independente e bem maluca, chegando a queimar até documentos rs.
    Não sou muito chegada a filmes nacionais tanto quanto internacional, mas vou querer assistir esse.
    Obrigada pela dica.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não sei se dá pra tirar lições, mas que é uma experiência curiosa vê-los é.

      Excluir
  2. Tenho um pé atrás com filme nacional, já o Meu pior pesadelo, no Max, esse você gostou, pretendo assistir. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Esse filme passou no cinema? Eu não li informações sobre o longa.... Soube apenas das gravações. Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, só soube qd vi q ia passar no canal brasil e fui pesquisar na internet. tb não lembro qd passou no cinema.

      Excluir
  4. Ui, esse filme deve ser muito doido! Acho que eu não iria entender nadica de nada! Muito cabeça para mim. Por isso nem assisto...rsrs...
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adriana, não há como entender o filme, é mesmo para causar desconforto e fazer pensar.

      Excluir
  5. Assisti outros filmes do início da carreira de Belmonte e se estilo realmente é diferente. Este "A Concepção" parece ser seu trabalho mais fora do comum.

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Assisti esse filme há um tempo atrás, e a ideia dele realmente é interessante, só achei algumas situações exageradas.
    Muito legal o seu blog, se puder da uma passadinha no meu: https://consideracoessobrefilmes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. josé, eu gostei bastante desse filme. ah, vou conhecer o seu blog sim. fiquei curiosa em conhecer um blog de alguém que assistiu a concepção.

      Excluir
    2. Oi Pedrita, gostaria de agradecer sua visita ao meu blog, espero que vc tenha gostado e se possível volte por lá de novo. E como o blog é novo, eu ainda não tive tempo de escrever sobre "A concepção", devido a uma lista imensa que tenho. Mas em breve farei a resenha dele. Abraço!

      Excluir
    3. claro josé, gostei bastante do seu blog.

      Excluir

Bons comentários!