sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Westworld - 1ª Temporada

Assisti Westworld - 1ª Temporada (2016) de J. J. Abrams, Jonathan Nolam e Lisa Joy na HBO. O primeiro capítulo não me empolgou. Mas do segundo em diante enlouqueci. Achei que seria sempre em clima de faroeste, mas no segundo é que chegam os laboratórios onde os anfitriões são manipulados e criados. Que tecnologia. A abertura é maravilhosa, a música da Ramin Djawadi também.

Westworld é um parque onde as pessoas vão se divertir, então achei que a série seria só isso. Mas é muito, mas muito filosófica. Quando os convidados chegam ao parque eles são estimulados a entrar em histórias. Podem procurar prostitutas no sallon. Podem ir a caça de algum procurado. Exterminar índios. Roubos. E seguem então inúmeras perversões. Podem por exemplo chegar atirando sem motivo nenhum. Os anfitriões feridos são levados ao laboratório, consertados, reiniciados no seu roteiro e enviados de volta.
Contém spoilers. Cada anfitrião é programado para uma narrativa. O parque cria histórias para entreter os convidados, mas procura não ser óbvio. Percebemos então que os anfitriões não se comportam como robôs, ficamos às vezes na dúvida quem é anfitrião ou convidado tal a precisão.

São várias camadas. Um novo narrador de histórias é contratado. Então ficamos na dúvida se as mudanças de comportamento dos anfitriões foram programados nas mudanças, ou se realmente os anfitriões estão subvertendo seus comandos. Ou se alguém está do laboratório desejas mudanças. Os anfitriões ouvem vozes. Não sabemos se são comandos da base, se são deles, ou de outras pessoas. Essas dúvidas vão fazendo de Westworld fantástico. 

Estranhamente começamos a torcer pelos anfitriões-robôs. Os convidados-humanos que aparecem são tão monstruosos que vamos odiando-os. Sem falar nos que estão no laboratório. Parecem insensíveis. Ficamos sabendo então que eram dois sócios que criaram Westworld. Um quis destruir o parque quando achou que estava criando aberrações e morre. O segundo segue o projeto. É esse que morreu que começou a criar as consciências nos robôs estimulando um aparente livre arbítrio. 
A cada episódio vamos ficando mais confusos sobre o que é realidade ou  é programado. Simplesmente maravilhoso! Soube que só em 2018 terá a continuação, vai ser uma ansiedade absurda aguardar até lá. Amo vários atores da série: Thandie Newton, Anthony Hopkins, Jeffrey Wright, Ed Harris e Rodrigo Santoro.

Eva Rachel Wood está impressionante como Dolores. Também estão ótimos Jimmi Simpson, Leonardo Namm, James Marsden, Ptolomy Slocum, Angela Sarafyan, Sidse Babett Knudsen, Ingrid Bolso Berdal e Tessa Thompson.

Beijos,

Pedrita

22 comentários:

  1. O filme original produzido nos anos setenta era apenas razoável e hoje se mostra envelhecido.

    Por isso, a série não me chamou a atenção.

    Também acho estranha a mistura de western com ficção.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hugo, eu vi o filme há séculos na tv. está na programação da hbo, vou ver se assisto. lembro q gostei.

      Excluir
  2. Não conhecia mais gostei, obrigado pela visita bom final de semana.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. lulu, com a atual crise financeira a tv a cabo tem sido uma ótima companheira.

      Excluir
  4. Oi, Pedrita. Tudo bem?

    Eu quero muito assistir essa série, uma amiga me explicou mais ou menos o enredo e fiquei curiosíssima, parece que trata um pouco da natureza humana, de como só não somos perversos porque a moral de nossa sociedade não permite, estou enganada?
    E essa abertura? Que incrível!
    Gostei muito do seu texto, bjs.

    Hel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. helena, é muito filosófico. permite várias leituras inclusive a que mencionei. é maravilhosa. sim, incrível e sombria a abertura. como a série. obrigada.

      Excluir
  5. Olá, tudo bem? A segunda temporada de Magnífica 70 foi lembrada na APCA, mas não ficou entre as finalistas neste ano... Em 2015, entrou. Bjs, Fabio www.tvfabio.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, acho que poucos viram, vou pouco divulgada infelizmente. merecia. mas justiça era incrível tb.

      Excluir
  6. Olá Pedrita!
    Acho que até hoje vale a pena assistir o filme, décadas depois a premissa continua sólida.
    Eu adorei a série!
    Permite discussões sobre ética, moralidade e um monte de temas.
    Imagine um mundo onde todas as doenças já tem cura e ao mesmo tempo Shakespeare ainda é citado!
    Curioso como nosso código moral está atrelado à aceitação da sociedade ou ao medo das consequências né non?
    Porque não sentir culpa só por saber que os seres são andróides?
    Depois tem ed Harris, sir Anthony Hopkins e trilha sonora Black Hole Sun!
    Puxa não sabia que a próxima temporada é só em 2018 :/
    Afe!
    Como sempre tu manda super bem na escolha do post.
    Ótimo fds pra ti
    bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, é incrivel mesmo. q bom q tb assistiu. realmente todos os temas abordados são muito atuais e eternos. e que elenco não. amo a thandie newton.

      Excluir
  7. Vi a propaganda de Westworld na comic com e passei direto, agora estou aqui, depois do seu post com vontade de ir ali vê a série!

    ResponderExcluir
  8. Pedrita,

    Vou confessar: nem li o post todo para não comprometer nadinha a minha expectativa, pois já havia decidido assistir a esta série, rsrs. Vi alguns trechos dela e a achei muito intrigante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, não leia mesmo. é bom ir descobrindo. é fantástica.

      Excluir
  9. Pedrita, eu adorei a série. Levanta muitas questões importantes, sobre uma raça dominar a outra. Sobre seres humanos se sentindo melhores que outros e por isso achando que podem tudo, que podem maltratar quem eles consideram inferior. Vemos isso no mundo real e é muito mais cruel, porque são pessoas e não robôs as vítimas de crueldades provocadas por simples egocentrismo. Bom, roteiro é fantástico, adoro que não entregam tudo de bandeja. Os atores, principalmente os que fazem os robôs, são impressionantes! E o final me deixou com vontade de assistir tudo de novo para ver se durante a temporada foram deixadas pistas sobre este final tão bombástico. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. patry, realmente essa questão da raça incomoda. eu fiquei com vontade de ver o primeiro de novo. pq lembro do personagem do ed harris matando a dolores. e queria lembrar qd a dolores só tinha frases boas e passava repetidamente aqueles horrores. o pai mudando. realmente deu gostinho mesmo. esperar 2018 não vai ser fácil

      Excluir
  10. Não faz meu estilo.
    Não gostei assim que vi o ínicio.
    Essa mistura de situações e locais me enlouquece.
    Quero fazer minha cabeça pensar com coisas mais leve, talvez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, o primeiro não me pegou tb. mas o segundo passa a ser absolutamente incrível. entre as melhores séries que já vi.

      Excluir
  11. Pedrita,
    Como eu te disse ando numa correria, quase não estou tendo tempo de ligar minha tv. Adoro suas dicas, graças a Deus logo estarei de férias e poderei assistir filmes e séries.

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir

Bons comentários!