segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Star Wars VII: O Despertar da Força

Assisti Star Wars VII: O Despertar da Força (2015) de J. J. Abrams no TelecinePlay. É baseado nos anteriores de George Lucas. Sim, eu queria ver, mas queria ver inteiro, sem paradas. Gosto de apagar a luz e aproveitar. Nossa, confesso que me surpreendi, é muito bom. Tinha receio que perdesse a mágica dos antigos e foram muito brilhantes.
Reverenciaram sem ficar esquemático, modernizaram sem ficar cafona. Agora há mais tecnologia, mas as soluções foram ótimas mantendo a essência da série.

Tem spoilers: Gostei muito que os atores lá do início da série envelheceram, aparecem, continuam valentes. Não tentaram rejuvenesce-los. E também vão aparecendo aos poucos, cada um seguiu um caminho. Primeiro surge o personagem do Harrison Ford, depois a Princesa Leia por Carrie Fisher. E por último Mark Ramill como Luke Skywalker de Jedi prevendo uma continuação. Também foi inteligente a triste forma como Han Solo sai de cena e não estará na continuação.

Gostei muito da atriz que escolheram para ser a protagonista, interpretada por Daisy Ridley. O robô do início é apaixonante, mas os outros que tanto sucesso fizeram aparecem depois e continuam apaixonantes.

Também gostei muito do personagem Finn de John Boyega, muito bem construído e fez um belo par com Rey. Os dois foram ceifados de suas famílias e sabem pouco de suas histórias. Um segredo que não foi revelado e segue nas próximas edições, muito inteligente. Gosto demais do Oscar Isaac e o personagem é bacana, bonita a amizade dele com o Finn.

Foi muito divertido ver nos créditos que a Lupita Nyong estava no elenco. Precisei da internet para descobrir em qual personagem e ela interpretou a fofa Maz Kanata. Só não me identifiquei com o ator que faz o filho do Han Solo, Adam Driver. E eu fiquei com a impressão que ele seria mais velho que a Rey. Confesso que me assustei de encontrar um ator da idade dela. Não sei se fiz as contas erradas. Fanáticos da série podem me ajudar.
Ainda no elenco: Max Von Sydow, Peter Mayhew, Simon Pegg, Pip Torrens, Rocky Marshall e Gwendoline Christie. Star Wars VII: O Despertar da Força ganhou Bafta de Melhores Efeitos Visuais.
Beijos,
Pedrita

12 comentários:

  1. Pedrita querida,
    Sou amante de filmes, mas nunca assisti nenhum Star Wars.
    Na época que estava em cartaz no cinema não me despertou curiosidade. Mas a gora eu fiquei com vontade de assistir
    Star Wars VII por causa da sua resenha.
    Na semana passada assisti, Animais Fantásticos e Onde Habitam. Na telona é muito bom!

    Beijinhos, ótima semana ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, eu gosto muito de todos os filmes.

      Excluir
  2. Olááá Pedrita!
    aaaiiinnn eu amei o filme!
    Amei os paralelos narrativos, amei conhecer novos personagens, reencontrar alguns e me despedir de outros.
    Gostei bastante do reflexo da diversidade cada vez mais presente no universo, os protagonistas são uma mulher, um negro e um latino e estavam espetaculares!
    Ooowwwnnn eu quero *O* um BB-8 pra chamar de meu <3333
    Vou ver os outros posts que perdi na semana passada :)
    Bjs e excelente semana pra ti
    Luli Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, tb amei. e é muito bom mesmo que tenham trabalhado bem com o elenco dos primeiros e o atual. e a diversidade foi muito bom mesmo. ai, robôs. quero um tb.

      Excluir
  3. Pedrita,
    Obrigada pelas informações do concerto.
    Estou cheia de encomendas, final de ano é uma correria, se der eu irei sim. Sei onde fica o Teatro da Assembléia.
    O preço da entrada é ótimo, só não fica culto quem não quer, rsrs.
    Programas culturais sempre tem preços acessíveis e tem muita gente que não gosta, preferem shows ou outros programas que não acrescentam em nada e os preços são um absurdo.

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, fazia tempo que eu não ficava tranquila nesse período. mas particularmente eu preferiria estar na correria. se conseguir acho q vai gostar. eu gosto muito dessa pianista. eu me incomodo muito com preços abusivos ainda mais de eventos com patrocínio público.

      Excluir
  4. Pedrita, eu tinha receio de não ser bom, pois os 3 filmes que formaram a trilogia inicial, antecedendo assim os três filmes clássicos de Star Wars, não foram bons. Eram lindos plásticamente, mas não me cativaram. Mas este aqui, nossa, foi incrível! Recuperou a aura dos filmes originais e aproveitou bem a tecnologia que temos hoje, sem descaracterizar o visual do filme. Eu gostei tanto que assistir duas vezes no cinema. Adorei a Rey e o BB-8! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. patry, eu tinha receio tb, principalmente pensava se eles iam pegar atores jovens para imitar os antigos. gostei que mantiveram os antigos e adorei os novos.

      Excluir
  5. Não vi. Não gosto de ficção.
    Devia gostar pelo menos um pouco porque meu filho adora.

    ResponderExcluir

Bons comentários!