quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Mondrian e o Movimento de Sijl


Fui a exposição Mondrian e o Movimento de Stijl no Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo. Eu conhecia algumas obras desse pintor, mas muito pouco sobre ele. A excelente montagem foi surpreendente porque conheci muitos fatores de Mondrian.

Obra A Fábrica de Velas de Cera (1895) de Piet Mondrian

Fiquei muito surpresa com o início das obras de Mondrian. Conhecia as suas obras de linhas retas e poucas cores, cores primárias, foi muito surpreendente ver obras em cores escuras. O estilo de Mondrian vai mudando completamente. São belíssimas também essas mais sombrias, mas muito diferentes. É interessante ver como o estilo de Mondrian vai se transformando até chegar ao que o tornou mais famoso.

Também não conhecia o Movimento de Sijl, que influenciava o design, a arquitetura e as artes. O movimento utilizava cores primárias e linhas retas. Na mostra há móveis, cartazes, maquetes de espaços arquitetônicos.


Obra Victory Boogie Woogie (1944) de Piet Mondrian

Um vídeo no subsolo fala dessa obra Victory Boogie Woogie que nunca fica pronta. São fitas adesivas e Mondrian mudava constantemente. Há fotos o ateliê do Mondrian que achei geniais, as cores primárias estão lá. A montagem do CCBB é linda também, um dos andares está pintado com as cores primárias. Há vários quadros com cronologias, histórias, belíssima montagem. Linda a instalação que fizeram no centro do CCBB com as cores, formas retas. A mostra é gratuita, dá pra agendar no site e vai até 4 de abril.

Beijos,

Pedrita

16 comentários:

  1. Gosto muito de Mondrian, mas assumo que também conheço mal a primeira fase dele.
    Quanto ao movimento Stijl por vezes parece-me excessivamente artificial e não funciona tão bem como os quadros do pintor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. carlos, pois é, só conhecia as obras mais famosas. carlos, eu gostei do desing, até mesmo da arquitetura. achei muito interessante.

      Excluir
  2. Não conhecia o motivo Stijl e nem o trabalho do Mondrian; então, a postagem foi uma descoberta completa. Adorei.
    Ótimas dicas, como sempre.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  3. Nem sei que movimento Stijl é esse.
    O pintor acho que já vi.
    Nessas férias europeia, visitei Museus.
    Mas, cansei.
    Passar o tempo, num Museu do tamanho do mundo, só olhando para cima para vê o quadro e olhando para baixo, para ler o que era o quadro, foi cansativo.
    Mas, o pouco que vi, valeu. Valeu muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, tb não conhecia esse movimento. no ccbb as exposição são ágeis e interativas. uma delícia.

      Excluir
  4. Gostava tanto de ter o enorme prazer de ver esta exposição!!! Deve ser o máximo. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  5. Parece uma das exposições mais incríveis. Também não conheço praticamente nada, mas é uma ótima oportunidade para pesquisar e aprender.

    Pedrita, o seu blog está lindo!

    ResponderExcluir
  6. Oi Pedrita:
    Hoje vi a chamada da exposição e fiquei morrendo de vontade de ir, agora com seu post, mais ainda
    Adoro visitar o CCBB!
    Bjks mil

    www.blogdaclauo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. claudia, tb adoro. vou regularmente ao espaço. tanto que tenho o ccbb nas tags e nesses anos todos falei de 49 eventos.

      Excluir

Bons comentários!