terça-feira, 8 de julho de 2014

O Compromisso

Terminei de ler O Compromisso (2004) de Herta Müller da Editora Globo. Assim que essa autora romena ganhou Prêmio Nobel de Literatura em 2009 é que o Brasil resolveu traduzir uma de suas obras e eu quis ler. Enquanto muitos no mundo já conheciam Herta Müller para premiá-la, o Brasil ainda não tinha uma única obra sua traduzida. Comprei esse livro em uma dessas promoções de 50% de desconto. Bela edição, bela capa. A foto é de Corbis.

Obra Vestido Cinza de Theodor Pallady

Herta Müller nasceu na Romênia, mas como se recusou a colaborar com o serviço secreto do país foi para Berlim, onde mora. O Compromisso fala desse país onde não há liberdade. Uma mulher é convocada a depor, no trajeto lembra de sua vida, como nós lembramos dos fatos, como conhecemos nossa história, lembramos fragmentos. Algo no trajeto lembra um trecho, outro fato, outro fragmento, e nós vamos unindo essa colcha de retalhos de um pouco da vida dessa mulher. É bom descobrir esses fragmentos.


Obra Mulher em Amarelo de Theodor Pallady

Vou falar detalhes do livro: Essa mulher, de brincadeira, algo que os jovens fazem muito hoje nas rede sociais, escreve um bilhetinho que quer um italiano para casar para tirá-la do país. Algo inocente, brincalhão. Um colega de trabalho com raiva de não ter essa mulher, resolve denunciá-la. Ela passa então a ser regularmente convocada. As pessoas do bairro não gostam dela, a família do homem que ela vai viver junto também não. É como se uma mulher que é convocada fosse o que era no passado um leproso, um pária da sociedade. Ninguém quer estar perto. Ninguém quer ser igualmente convocado. Triste um país onde as pessoas não são livres para pensar, criar, brincar e viver. Incrível essa obra, incrível o texto, quero ler outra obra dessa autora.

Tanto o pintor, bem como o compositor são romenos como a escritora.

Beijos,
Pedrita

19 comentários:

  1. Eu também quero ler. Vou procura-lo. Obrigada pela dica. Me fez lembrar do Kafka, do Thomas Bernhard....Eu nem sabia que em 2009 uma mulher tinha ganho o Premio Nobel! Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. :))

    Obrigada pela dica ^^

    É minha primeira visitinha aqui no Blog... E Vou voltar! Haha

    Já tô seguindo :))

    Se der me faça um visitinha, comente e siga

    http://francielebazan.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Pedrita,
    Amei essa sua dica. Não conhecia essa autora e adoro livros com esse tipo de abordagem. De como era morar nesses paises onde a censura era enorme! Vou procurar para comprar. Otima dica!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adriana, é algo muito irreal e apavorante.

      Excluir
  4. Assim como quase todos os países da antiga Cortina de Ferro, a Romênia teve um ditador sanguinário, Nicolae Ceausescu e um terrível regime de opressão e perseguição por décadas.

    No final este ditador teve o castigo merecido.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hugo, são heróis os que conseguem viver e sobreviver em países ditatoriais.

      Excluir
  5. Esse livro deve ser bem interessante.
    big beijos

    ResponderExcluir
  6. Além de me apresentar uma escritora vc tb me apresentou um pintor! Muito boa sua postagem, fiquei com vontade de ler o livro. Beijinhos querida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. anamaria, tive dificuldade de localizar pintores da Romênia, gostaria de conhecer outros.

      Excluir
  7. Não foi uma escritora que me tenha cativado, não sei se esse livro terá outro nome em Portugal, mas o único livro que dela li também falava desse triste país: http://geocrusoe.blogspot.pt/2013/07/ja-entao-raposa-era-o-cacador-herta.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. carlos, de repente foi o livro que leu dela que não se identificou, eu gostei muito e quero ler o outro q vc leu.

      Excluir
  8. O livro parece que mostra uma realidade que não estamos acostumado a viver, mas em vê nos filmes e documentários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, é possível q os documentários e filmes consigam retratar um pouco. a realidade é insuportável.

      Excluir
  9. Como disse em minha resenha, gostei muito da prosa da Herta Muller. É um livro forte, com uma história forte. Me senti intima da personagem.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pandora, é incrível mesmo. a autora fala de um tema que ela convive e para nós causa muito estranhamento. mas como é do universo dela, a narrativa flui.

      Excluir
  10. A Romenia, como a Bulgaria, a Tchecoslovaquia, a Iuguslavia , a Polonia, a Ucrania, Letonia, Estonia e a Hungria foram todos colaboradores do 3 reich, eram todos pro NAZISMO! E COMO OS NAZISTAS PERDERAM A GUERRA E OS RUSSOS GANHARAM, esses paises foram anexados a União Sovietica , na época. NA GUERRA QUEM PERDE PERDE, QUEM GANHA, GANHA....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fatima, tirar o direito a liberdade é muito monstruoso. a união soviética massacrou pessoas e esses países.

      Excluir

Bons comentários!