quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Divergente

Assisti Divergente (2014) de Neil Burger no Telecine Premium. Depois de um trailer no Telecine eu tinha ficado curiosa. Gostei! Quando a menina está nas preparações para ser aceita na Audácia é bem chatinho, adolescente e arrastado. Fiquei com receio que o filme todo ficasse naquela lenga lenga adolescente de quem é mais forte que quem. Mas depois segue para o rumo que eu tinha achado que seguiria após o trailer, e fica bem interessante.

O que gostei mais é a discussão sobre rotular e separar as pessoas por tipos. Os que gostam de ajudar as pessoas, os audaciosos que vão proteger os outros, os que cuidam da terra, os intelectuais. Estranho ver um filme americano criticando exatamente os rótulos. A protagonista é do grupo que ajuda as outras pessoas, quando moça ela faz um teste para saber o que deu e também pode escolher outro grupo se desejar. Ela escolhe os audaciosos, mas o teste mostra que ela é divergente. A profissional que descobre pede para a moça esconder para não ser morta ou virar uma sem-facção. Ela segue para os audaciosos, mas os testes lá poderão mostrar que ela é uma divergente, algo não definido.

Os humanos praticamente destruíram o planeta, foi aí que resolveram dividir os grupos para manter a paz. Lindos os dois protagonistas interpretados por Shailene Woodley e Theo James. Alguns outros do elenco são: Ashley Judd, Kate Winslet, Jai Courtney, Ray Stevenson, Zöe Kravitz e Ansel Elgort. Obviamente Divergente terminou sem terminar, tudo fica em aberto para poder ter continuações.
Beijos,
Pedrita

15 comentários:

  1. Pedrita, ainda não assisti. Tenho muita curiosidade. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, Pedrita!
    Não vi esse filme ainda, não tenho esse canal no meu pacote.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah lulu, q pena, eu tenho vários canais. acabo nao resistindo e fechando os canais mais caros.

      Excluir
  3. Eu não assisti, mas o livro o povo fala muito bem dele. Só não gosto por conta de ser uma trilogia. Mais um filme que vai se arrastando.... Já basta o Jogo Vorazes...rsrs...
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adriana, eu nem falei de jogos vorazes no blog pq detestei. não gostei nada da ideia que para vencer é preciso matar, ignorar o outro. nada é coletivo. depois batem palmas para a que matou para vencer. eu esperava que ela fosse unir todo mundo contra aquele jogo horroroso, mas não, só pensou nela.
      divergente é pelo coletivo. um ajuda o outro. não querem matar, querem proteger. eu gosto bem mais do eixo central de divergente.

      Excluir
  4. As críticas sobre este filme não foram das melhores, mesmo assim ainda pretendo conferir,

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. eu estou com medo de ver esses tipos de filmes. ontem fui ver TIMBUKTU, e sai do cinema em farrapos!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Eu já desisti do canal VIVA. Na minha TV, a imagem é completamente distorcida... Lamentável. Até a assessoria de impresna da emissora entrou em contato devido ao meu desabafo.. Mas não perdoei isso.. Rs... Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  7. Não tive interesse em assistir.
    Achei uma coisa muito arrastada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, então foi naquele pedaço q eu quase larguei, depois fica bom.

      Excluir

Bons comentários!