terça-feira, 29 de março de 2011

Praça Saens Peña

Assisti Praça Saens Peña (2009) de Vinícius Reis no Canal Brasil. Eu sempre quis muito ver esse filme, desde que estreou nos cinemas. É sobre uma família de classe média que vive de aluguel na Tijuca, em frente a Praça Saens Peña.O pai é professor do ensino médio, dá muitas aulas pra conseguir o sustento. A mãe é caixa de um café. Eles dão um duro danado pra conseguir viver razoavelmente bem. Surge então o convite ao pai para escrever um livro sobre a Tijuca. Um editor acha os textos do pai na internet e convida, o dinheiro é bem pouco, então ele precisa conciliar as inúmeras aulas e escrever. Eles tem uma filha adolescente. Resolvem aceitar o desafio e as dificuldades só aumentam.

Os diálogos me lembraram muito as dificuldades dos brasileiros, tudo é muito difícil, incerto, as oportunidades ajudam pouco. Com isso as pessoas se fragilizam.  Gostei de conhecer um pouco da história do bairro Tijuca. Enquanto o professor pensa em como escrever o livro vamos conhecendo um pouco da história do bairro, de como surgiu, quem morou e da história atual e suas relações com as comunidades dos morros. Eu adoro os atores que fazem o casal protagonista, Maria Padilha e Chico Diaz. A filha é interpretada por Isabela Meireles. Gosto muito também dos atores que fazem participações, Gustavo Falcão e  Maurício Gonçalves. Outras participações são de Guti Fraga,  Zé Mario Farias e Aldir Blanc.Praça Saens Peña ganhou vários prêmios no Cine PE de Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante.  Gostei muito da trilha sonora de Pedro Luís.

Beijos,

Pedrita

3 comentários:

  1. Gostei da indicação, adoro Maria Padilha trabalhando e conhecer mais sobre a Tijuca e as dificuldades, os erros e os acertos de uma família brasileira é sempre oportunidade de aprendizado!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa, desconhecia esse filme, infelizmente o cinema nacional raramente chega aqui em Manaus
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. cintia, acho q vai gostar.

    gammelo, aqui até chega, mas esse foi um dos que são vão para cinemas alternativos. e aqui em sampa ficam em um único bairro, então qd só estreiam lá eu acabo tendo q deixar de ver pela indisponibilidade de ir até lá.

    ResponderExcluir

Bons comentários!