domingo, 14 de agosto de 2011

Aquelas Mulheres

Assisti ao documentário Aquelas Mulheres (2010) de Venera Kael e Matilde Teles no SESC TV. Comecei a ver esse documentário por um acaso. É sobre as "Polacas", não-necessariamente polacas, mas assim que alguns prostitutas foram denominadas na década de 20, já que muitas vinham da Polônia. Eu conhecia um pouco a história das Polacas pelo filme sobre o sanitarista Oswaldo Cruz, Sonhos Tropicais. Inclusive no documentário falam de Oswaldo Cruz. Muitas dessas mulheres viveram quase em regime de escravidão e vieram enganadas achando que iriam casar. Mas algumas vieram realmente para o ofício. No documentário há trechos de filmes em preto e branco mostrando a rua, os homens passando. A pesquisadora disse que na época a prostituição não era crime, que essas mulheres ficavam em um bairro afastado e que na época alguns consideravam um mal-necessário para que os homens pudessem descarregar a sua virilidade e proteger assim as mulheres de bem. Eu não tinha ideia que eram em geral judeus que traziam essas polacas. Na pesquisa descobriram que as polacas eram enterradas sem nomes nos túmulos. Inclusive uma que morreu com 103 anos, quando estava idosa, desejou ir para um asilo, mas não a aceitaram. Ela deixou um dinheiro com uma amiga para ser enterrada de forma diferente das outras, mas isso não aconteceu também.
Não achei nenhuma imagem do filme, essa foto é de Augusto Malta que achei nesse link onde há uma matéria sobre as Polacas.
Como não localizei nada desse documentário, eu vou colocar trechos de Sonhos Tropicais.

Beijos,
Pedrita

6 comentários:

  1. Adoro esses documentários sobre a história dos personagens esquecidos pela sociedade.
    Denise

    ResponderExcluir
  2. Elas fazem parte do que o Gonzaguinha certa vez chamou de "humilhados e ofendidos, explorados e oprimidos que tentaram encontar uma solução". Eu tenho muito a curiosidade sobre filmes desta época (desde a proclamação da república até final da década de 20). O episódio da revolta da vacina (que também envolve o Oswaldo Cruz) é uma das outras páginas deste período conturbado da história urbana brasileira. Um abraço e obrigado por sua generosidade. Meu asbraço e ótima semana.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, esse documentario deve ser tudo de bom. Uma vez vi um filme sobre as mulheres gregas indo de navio acho que para os EUA para casar com desconhecidos. Uma trama, nao um documentario. Mas ja dava a dimensao do que é enfrentar o desconhecido em "bando" e sem um minimode preparo. Nao é nem questao de coragem, é de seguir um destino... Bjos moça. Aqui virou minha referencia para coisas realmnete bacanas em termos culturais.

    ResponderExcluir
  4. Pedrita,
    tomei a liberdade de fazer download do documentário aqui no teu blog.
    Aproveitei para dar uma corrida por ele e gostei, espero ter tempo de voltar mais vezes.

    abç/humberto

    ResponderExcluir
  5. dê, eu tb.

    cacá, então além do documentário vc vai gostar do filme sonhos tropicais que fala inclusive bastante da revolta da vacina.

    camille, desmundo tb fala de mulheres q vieram ao brasil para casar. obrigada.

    holisousa, é um trecho do filme sonhos tropicais.

    ResponderExcluir
  6. Cara Pedrita,
    Gostaria de mandar um email pessoal.
    É urgente !
    Att,
    Verena kael
    diretora do documentário
    "...Aquelas Mulheres..."

    ResponderExcluir

Bons comentários!