quinta-feira, 27 de março de 2014

Toda Donzela Tem Um Pai Que É Uma Fera

Assisti a peça Toda Donzela Tem Um Pai Que É Uma Fera no Teatro Folha. O texto divertido é de Gláucio Gill e a ótima direção de Roberto Lage. É bem bonitinha e engraçada. Um solteiro feliz é abordado pelo seu fiel amigo, ele implora que a sua namorada fique no apartamento dele, enquanto o pai da moça vai ao seu. Obviamente tudo dá errado e uma enorme confusão como o melhor do gênero.

O grupo decidiu trabalhar com a peça de época, 1950, cenários e figurinos remontam ao período onde os moços eram obrigados a casar caso tivessem feito mal a elas. A peça fala bastante de lealdade e é bem irônica em relação a retidão ou a libertinagem. O solteiro convicto é muito mais leal ao amigo que os outros. Na questão feminina, só é um rapaz de bons costumes porque suas investidas não dão certo.

Todos os do elenco estão ótimos. Eu adoro o Augusto Zacchi desde Poder Paralelo. Tinha gostado da Mariana Hein em Ribeirão do Tempo e da Greta Antoine em Uma Rosa com Amor. Elvis Shelton e Isser Korik são muito engraçados. O programa é uma graça. Essas fotos são de Manolo PachecoToda Donzela Tem Um Pai Que É Uma Fera fica em cartaz até 29 de maio.

Beijos,
Pedrita

10 comentários:

  1. Adoro comédia, tá bem divertido, beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Consegui assistir A Menina que Roubava Livros!!! Adorei!!!!!Fiquei emocionado. Rs... Agora queria assistir Walt nos Bastidores de Mary Poppins. Já saiu de cartaz.. Ficou menos de três semanas. Lamentável.. Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, gostei de a menina, mas achei muito melodramático. deve ser bacana esse da mary poppins. lamentável são os filmes brasileiros que nem chegam aos grandes cinemas. 3 semanas para um filme brasileiro é uma vitória. ficam duas semanas no máximo.

      Excluir
  3. Essa peça deve ter sido super divertida.
    big beijos
    Lulu
    http://www.luluonthesky.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Deve ser divertida. Adoraria ir mais ao teatro. Perdi esse habito. Acho que aquelas campanhas "Va ao Teatro" nao existem aqui em SP. Ontem havia aquelas kombis( eta coisa antiga) vendendno ingressos mais baratos. Aquilo funcionava incrivelmente bem no Rio de Janeiro. Sobre a donzela, lembro da musica da Baby Consuelo com o mesmo titulo, é uma graça. Mas aqui nesse blog é que a gente tem que vir para saber da programação cultural. É certeza de encontrar alguma coisa boa. Parabens Pedrita, pela obstinação, nesse país em que tantas coisas ja estao capengas, a Cultura vai ficando pra escanteio. Bjos e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. camille, na primeira retrospectiva do blog qd comecei reparei que via poucas peças, de uma a 3 por ano. achei q tinha q melhorar esse numero e consegui ver 5 por ano. agora estou na média de 10 por ano, ainda acho pouco, mas é um número mais representativo. no ccbb os ingressos custam 15 reais na maioria das vezes. e são peças incríveis. toda donzela os ingressos custam 30 reais, tem lugares não tão bons q custam 10 reais. e q eu saiba assinante folha paga meia nesse teatro.

      Excluir
  5. Pensei que esse título fosse de uma peça do Nelson Rodrigues. Mas, pensei errado.
    Eu amo teatro.
    Na minha cidade tem poucos mas bons teatros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai, vc tb, eu vivo confundindo com a peça toda nudez será castigada de nelson rodrigues. e um sacrilégio, pq a toda donzela é um texto bem diferente. eu amo o nelson rodrigues.

      Excluir

Bons comentários!