segunda-feira, 13 de abril de 2009

Ciranda de Pedra

Terminei de ler Ciranda de Pedra (1954) de Lygia Fagundes Telles. Sempre quis ler essa obra e comprei quando achei o exemplar em um sebo na avenida Faria Lima por R$ 15,00. Quando eu fui pagar vi que o livro é autografado pela autora e esse sebo não cobra a mais por isso. Fiquei muito emocionada de ter esse livro autografado e seu texto é maravilhoso! Muito triste! O exemplar que tenho aqui é da Editora Nova Fronteira tendo na capa uma ilustração do Pablo Picasso. Não é dessa capa da foto. Hoje a editora que tem os direitos é a Rocco.

Obra de Pablo Picasso

Vou falar detalhes do livro: Nossa progonista é a Virgínia e é sob os olhos dela que vemos a sua vida. É doloroso perceber que ela parece não ter um lugar. Começa com ela criança, não sabemos ao certo a idade. Ela vive na casa onde a mãe está muito doente. Nessa casa está o médico da mãe e a empregada dele. Quando ela volta pra casa do pai, pra viver com as outras duas irmãs, igualmente não sente que pertence a aquele lugar. Tudo é muito triste e desolador.


Obra Coreto (1964) de Aldo Bonadei

Anotei alguns trechos de Ciranda de Pedra de Lygia Fagundes Telles:

“Virgínia subiu precipitadamente a escada e trancou-se no quarto.”

“...nestes dois últimos anos me veio uma grande tranqüilidade. Disse e sorriu por não precisar mentir. Por que tranqüilidade ou indiferença, no fundo, não eram a mesma coisa? “


Música do post: Ary Barroso - Canta Maria




Beijos,

Pedrita

4 comentários:

  1. Olá Pedrita

    Pois li A Ciranda de Pedra há alguns anos atrás e adorei. Ainda tenho o livro comigo.

    Beijinhos
    Isabel

    ResponderExcluir
  2. Pedrita,
    Gosto muito da Lígia, mas só li os seus contos, alguns dos quais são antológicos. E que sorte a sua encontrar o livro autografado por ela. Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Oi linda,
    eu tenho adiado há muito tempo a leitura de Ciranda de Pedra, no momento estou lendo "O missionário" do paraense Inglês de Sousa, recheado de regionalismos, estou adorando. Já tinha lido dele "Contos Amazônicos".
    PS: mande seu e-mail para liter.adriana@gmail.com, não sei se já te avisei, o blog vERSOS bÁRBAROS está restrito e quero enviar para ti o convite para que possas visitá-lo.

    Beijinhos e boa semana!

    ResponderExcluir
  4. isabel, eu não costumo de me desfazer dos livros.

    francisco, adoro os livros da lygia fagundes telles.

    adriana, vc vai adorar. te envio um email sim. beijos, pedrita

    ResponderExcluir

Bons comentários!