quinta-feira, 23 de maio de 2013

O Torreão

Terminei de ler O Torreão (2006) de Jennifer Egan da Editora Intrínseca. Eu tinha ido na Livraria Martins Fontes e gosto de aproveitar as promoções que eles têm por lá. A atendente sugeriu esse e gostei porque a autora ganhou Pulitzer de Ficção 2011, é uma escritora atual e é mulher. Essa belíssima edição traz essa linda capa de Raphael Pacanowski com ilustração de Rafael Coutinho. O Torreão é magnífico! Começa com uma trama maluca em um castelo. Um homem é chamado pelo primo para ajudar na reforma do castelo que querem transformar em um hotel.

Obra And Always Searching for Beauty (2001) de Joan Snyder

Jennifer Egan não cansava de me surpreender. Em meio a trama do castelo começa uma em uma prisão. Eu estava tão envolvida na história do castelo, que queria voltar a parte anterior. Essa autora consegue depois mudar o meu interesse e eu começo a querer saber quem está no presídio. Pode ser que eu tenha decifrado, mas O Torreão não parece querer ser decifrado. Ficamos o tempo todo na dúvida se estamos em um sonho aprisionador, se é delírio, ficção, imaginação ou realidade. Fascinante! Quero muito ler outra obra dela.


Tanto o compositor, bem como a pintor são americanos como a escritora.

Beijos,
Pedrita

14 comentários:

  1. Olá!
    Ameeei o seu blog!
    Se puder dá uma passadinha no meu e deixa um comentário?
    Meu mundo, Meu quarto

    ResponderExcluir
  2. O importante é você gostar do livro.
    Big Beijos
    Lulu

    ResponderExcluir
  3. Pedrita do céu, eu acho que eu teria deixado de lado esse livro. Muito confuso para minha cabeça. Ia ficar louca com essas alucinações todas.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que pena adriana pq esse livro é fascinante.

      Excluir
  4. Parec que autora usa uma técnica interessante de criar suspense, eu naoa conheço nem nunca. ouvi falar dela em Portugal

    ResponderExcluir
  5. carlos, tb nunca tinha ouvido falar. no início achei mesmo q seria um suspense, mas é muito mais, é indecifrável. absolutamente incrível a técnica. surpreendente.

    ResponderExcluir
  6. Oi Pedrita,
    Pelo que você contou do livro, acho que vou gostar!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. fiquei curiosa...ando com vontade de ler Jun Ichiro Tanizaki...

    ResponderExcluir
  8. Olá Pedrita! Não conheço a obra. Como sempre você nos apresenta coisas boas e cultas. Bom fim de semana

    ResponderExcluir

Bons comentários!