segunda-feira, 21 de outubro de 2013

A Vida Como Ela É...

Assisti em DVD A Vida Como Ela É (1996) baseado nos contos de Nelson Rodrigues, dirigida por Daniel Filho. São 40 episódios com os contos que eram escritos diariamente para um jornal em 1950. Nos extras entrevistas sobre a confecção da série onde o Daniel Filho disse que escolheu fazer com um grupo pequeno de atores, como uma companhia de teatro. Eles fariam vários personagens e teriam atores convidados. A narração é do José Wilker.

Os atores são excelentes: Malu Mader, Claudia Abreu, Isabela Garcia, Giulia Gam, Maitê Proença e Débora Bloch, Cássio Gabus Mendes, Leon Góes, Antonio Calloni, Marcos Palmeira, José Mayer, Tony Ramos e Guilherme Fontes. Os atores convidados são: Tarcísio Meira, Georgina Góes, Nívea Maria, Laura Cardoso, Mauro Mendonça, Gabriela Duarte, Jece Valadão, Nelson Xavier, Caio Junqueira, Maria Mariana, Yoná Magalhães, Tonico Pereira, Mônica Torres e Eduardo Moscovis.

Eu adoro os textos do Nelson Rodrigues. Acho incrível que alguém que é na vida pessoal tão preconceituoso, conseguisse ver com um olhar tão clínico a classe média, suas neuroses e taras. Eu tinha visto alguns episódios na época e amado, e foi incrível rever e me surpreender novamente com o desfecho. São tramas curtas, mas tão bem elaboradas. Daniel Filho disse que escolheram pela primeira vez utilizar a película de cinema e a direção de fotografia queria remeter a série na iluminação dos filmes noir. Então as cenas eram gravadas por ambientes. Se iam usar uma praça, faziam tudo o que era pra ser na praça, então os atores precisavam fazer vários personagens de vários contos naquele período. A máquina de escrever que aparece no início dando o nome ao conto era a do próprio Nelson Rodrigues. No final do segundo DVD há uma entrevista com o Nelson Rodrigues.
Tudo é impecável, figurinos, cabelos, cenários. É inspirado na década de 50, mas não é rígido. Estão lá as invejosas, que fazem de tudo para envenenar quem está feliz, as traidoras, os vingativos. Os suicídios são outras pérolas. A pessoa quer causar, vingar e se mata, como se ela pudesse desfrutar depois as consequências dos seus atos. São as relações nos limites.
Beijos,
Pedrita

16 comentários:

  1. Não conhecia, mas parece legal!^^
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  2. Ola Pedrita,não conhecia ,mas parece imperdível.Vou ver se consigo achar este DVD pois gostei muito da sugestão.Beijo.SU

    ResponderExcluir
  3. Não vi nenhum episódio.
    Li a biografia de Nelson Rodrigues.
    É instigante mesmo, como um homem tão preconceituoso, pudesse escrever tão sem pudor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lilliane, tb li a biografia e alguns livros dele.

      Excluir
  4. Vi algumas partes. Quero muito terminar de assistir. Adorei tudo o que você escreveu!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bruxa, dá pra ver e rever muitas vezes. genial!

      Excluir
  5. Oi Pedrita,
    Eu tenho a impressão de ter visto alguns episódios também, eles passaram na tv a tempos atrás, não é?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nina, vendo o dvd eu percebi q vi bem mais do imaginava. inicialmente passaram no fantástico. depois não lembro.

      Excluir
  6. Oi, Pedrita,

    Também estou a fim de ver este DVD, pois sou fascinada pelo Nelson Rodrigues. Já li e vi algumas das obras dele e desde o início do ano estou com o Minha Vida - Susana Flag, à espera de oportunidade de leitura. Acho que a vida do Nelson Rodrigues também daria uma novela (do tipo das mexicanas) ou peça de teatro, rsrs. Mas é inegável que ele enxergava as - digamos - fraquezas da sociedade com muita agudeza, rsrs.

    Beijoca!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, tb li algumas obras dele e a biografia. essa série está impecável.

      Excluir
  7. Quero ver o DVD
    http://www.jeitosimplesdeser.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Pedrita, esta série é maravilhosa! Eu adorei, acho que vi todos os episódios na época que foram ao ar. Impecável. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. patry, eu vi alguns episódios na época, adorei agora poder ver todos e ainda as entrevistas.

      Excluir

Bons comentários!