quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

A autobiografia de Alice B. Toklas

Terminei de ler A Autobiografia de Alice B. Toklas (1933) por Gertrude Stein da Cosac Naify. Fiquei com muita vontade de ler livros de Gertrude Stein depois de ler o livro À Margem Esquerda de James Campbell. Nele o autor conta como a escritora foi importante para que americanos conseguissem vistos para entrar em Paris. Depois no filme Meia Noite em Paris de Woody Allen o escritor quer que a Gertrude Stein leia o seu livro já que ela foi importantíssima nas opiniões das artes no período. Inclusive revi trechos do filme recentemente e a primeira vez que o escritor vai a casa de Gertrude Stein é a Alice B. Toklas que abre a porta. Eu tinha me incomodado de saber que nunca tinha lido nada dessa escritora então eu comprei esse livro no Dia do Livro quando a Livraria Cultura fez uma promoção de livros com 50% de desconto.

Obra Gertrude Stein (1906) por Pablo Picasso

No filme, Gertrude Stein está sentada e em cima está o quadro de Pablo Picasso dela. Alice B. Toklas e Gertrude Stein eram americanas.  Eu confesso que não tinha ideia que a Gertrude Stein era americana, pelo nome achava que era alemã ou pelo menos da Europa. Elas viveram juntas por 25 anos. No livro elas contam um pouco do período que viveram principalmente em Paris. Os amigos que fizeram. A história das duas se misturam. Gertrude Stein foi uma grande incentivadora da arte do período, comprava muitos quadros de grandes pintores. Como conta Alice B. Toklas, todos eram tratados pelo primeiro nome, eram amigos. A opinião de Gertrude Stein era muito importante para todos. Esse livro é fascinante, conhecer a intimidade e o início de tantos pintores, como Gertrude Stein os descobria e os incentivava, principalmente comprando suas obras. 

Gertrude Stein escrevia muitos artigos para jornais. Dos artistas que frequentavam sua casa estavam: Pablo Picasso, Francis Picabia, Hemmingway, Guillaume Apollinaire, Erik Satie, André Derain, Juan Gris, Francis Rose. No livro há duas fotos das duas juntas e uma da Gertrude Stein. Belíssima edição!

Beijos,
Pedrita

18 comentários:

  1. Também não conhecia essa escritora. Pelo nome também acharia que fosse alemã. Bom saber mais da vida dessas pessoas que tanto amam a arte. Boa dica essa sua.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adriana, eu acho incrível conhecer a intimidade de tantos mitos.

      Excluir
  2. Não conheço o livro, ja li muito sobre Picasso + esta obra não, fiquei curiosa

    http://www.jeitosimplesdeser.com.br/

    Agora tenho instagram se tiver me avise que quero seguir bjim
    http://instagram.com/nubiasneves

    ResponderExcluir
  3. Oi, Pedrita,

    Este livro está na minha lista há anos. Alice B. Toklas entrou no meu imaginário quando eu era adolescente, devido a uma menção a ela na série "A Feiticeira", rsrs. O tempo e os meus posteriores conhecimentos sobre ela (que chegou a escrever livro com receitas culinárias) e Gertrude Stein só aumentaram a minha curiosidade.

    Beijo e bom fim de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, não sabia da relação gertrude stein e a feiticeira. leia, vc vai amar.

      Excluir
  4. Não conheço a escritora, nem o papel das pessoas em causa, exceto do quadro de Picasso.

    ResponderExcluir
  5. Curioso alguém escrever a "autobiografia" de terceiros, rs... Lembra-me uma cena de "A classe operária vai ao paraíso" em que um personagem diz para o outro: "Camarada, eu vou fazer a sua autocrítica", rs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. enaldo, a brincadeira é essa mesma. elas viveram 20 anos juntas e a história de uma se mistura a da outra. a gertrude queria q a alice escrevesse a autobiografia. mas ela q acabou escrevendo, mas tem horas q é a alice falando da gertrude. é brilhante.

      Excluir
  6. Oi Pedrita!
    Essa escritora não conheço, tb não vi esse filme do Woody Allen, na verdade não gosto muito do diretor.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lulu, eu adoro o woody allen. principalmente a fase mais recente.

      Excluir
  7. Olá, tudo bem? Eu assisti a um espetáculo teatral inspirado no livro Senhorita Júlia. Bem bacana. Foi lá no ECUM. Pulsão sexual bem forte na peça. Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net ps: Realmente o UOL abandonou os blogs. Uma pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, eu só vi uma montagem da senhorita júlia. embora sonhei em ver outras históricas.

      Excluir
  8. Meia noite em Paris, tá na fila pra mim ver. Ainda não conheço nada da Gertrude Stein. Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  9. Não li nada dela e a associava a logosofia. Não sei por que. Me admiro da forma preciosa com que voce trata a cultura e se alimenta dela. Felicidades todos os dias Pedrita, com essa riqueza com a qual voce se cerca.
    Beijos,
    Cam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. camille, obrigada. eu ainda quero ler alguma outra obra dessa autora. muitos livros são mencionados nesse e a lista aqui aumentou.

      Excluir

Bons comentários!