segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Escuridão

Assisti Escuridão (2011) de Agnieszka Holland no Max. Há um tempinho vi uma chamada desse filme no canal, vi que não seria um filme fácil de assistir, que teria que ser em um dia que estivesse corajosa e que pudesse me distrair um pouco depois. Não resolveu muito porque claro, tive pesadelos. É baseado no livro da menina sobrevivente Krystyna Chiger. Escuridão é muito realista, foi baseado em uma história real, mas não maquiou os horrores daqueles dias.

O filme começa no gueto de Lwów. Um grupo cava um buraco em uma casa para se esconder quando vierem buscá-los para o campo de concentração. Dois homens que limpam e cuidam dos esgotos descobrem e começam a cobrar por dia para escondê-los. Há duas crianças pequenas. Escuridão é muito realista, esse grupo não é coeso e por viver em situações limites entram muito em conflito. Também há uma dificuldade enorme de convencer as crianças de entrarem na escuridão e de ficarem quietas.

É muito angustiante ver eles vivendo no esgoto, com tantos ratos. No começo afugentam os ratos, sujeira, mau cheiro, depois se acostumam, a própria menina já pega os ratos na mão. Eles passam fome, frio, mal se enxergam na maior parte do tempo. Mas pelo menos sobreviveram porque crianças pequenas eram asfixiadas nas câmaras de gás assim que chegavam nos campos de concentração, só sobreviviam os que podiam trabalhar. Nessa época muitos ainda não sabiam dos horrores praticados nos campos de concentração. Achavam que era um lugar horrível, mas não sabiam ainda das atrocidades. O filme é muito bem realizado, parece que estamos realmente nos esgotos, andando no meio dos dejetos da cidade. Esse grupo diminui por vários fatores, os poucos que resistem vivem lá 14 meses.

Alguns do elenco são: Robert Wieckiewicz, Benno Fürmann, Agnieska Grochowski, Kinga Preis e Maria Schrader. Escuridão ganhou vários prêmios.



Beijos,
Pedrita

13 comentários:

  1. Sem dúvida esse filme deve ser ótimo, mas não tenho nervos de aço para assisti-lo.
    Hoje tem dois posts fresquinhos esperando por vc.
    Ótimo dia!
    Big Beijos
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pedrita,

    No primeiro instante achei que se tratasse de um filme de terror, depois confirmei que é mesmo, pois este tipo de coisa amendronta até mais do que os filmes de ficção. Ainda assim quero vê-lo.

    Beijo e boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, parece q há um filme de terror com esse nome e como gosto do gênero imaginei q muitos iam achar tb. mas é muito aterrorizante.

      Excluir
  3. Pedrita,
    Não consegui ainda ver o filme todo. Me dá logo uma falta de ar...rsrs... Não gostei não. Muito escuro. Muito triste.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adriana, várias vezes eu sentir dificuldade de respirar.

      Excluir
  4. Quero muito assistir, mas também tenho fugido de filmes muito pesados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bruxa, tem q ser em um dia com coragem. e não perto de dormir.

      Excluir
  5. Oi Pedrita,
    Eu sou muito medrosa e não gosto nem que me contem filmes "de medo".
    Quando eu li que você teve pesadelos, confesso que parei de ler o post, mas aproveito para te desejar uma boa semana.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nina, é um fato real, por isso é tão assustador. um choque de realidade.

      Excluir
  6. Adoro ideias de filmes que são baseados com a realidade. Sempre são bem emocionantes e esse não parece ser diferente. Gosto de medo, suspense, terror, aquela coisa toda. Eu acho que eu não teria pesadelos rsrsrs

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  7. Acho que tenho esse filme aqui, reconheci pela foto, mas esta com outro nome. Ainda bem que não assisti dessa vez. Não vou ver. Não aguentaria nesse momento. Que coisa mais triste. Ainda mais esse acostumar-se com a desgraça, é o pior de tudo. Bjosss

    ResponderExcluir

Bons comentários!