segunda-feira, 10 de novembro de 2014

No Bosque da Noite

Terminei de ler No Bosque da Noite (1936) de Djuna Barnes da Códex. Eu estive no sebo Livraria Acervo Editorial e comentava sobre a belíssima obra de Gertrude Stein, então me apresentaram esse exemplar. Djuna Barnes entrevistou artistas e escritores para artigos para Vanity Fair, Vogue e The New Yorker, então conheceu Gertrude Stein em 1921. Eu gostei demais de No Bosque da Noite. Essa capa é uma foto da autora.

Obra Flores Azuis (1918) de Georgia O´Keeffe

No Bosque da Noite tem um estilo poético, entrecortado, ácido e dramático. As histórias se entrelaçam ou não, são pinceladas onde duas mulheres aparecem com mais freqüência, Robin e Nora, esta conta sobre o seu relacionamento e o fim dele. O prefácio é de T. S. Eliot, perfeito um poeta falar de uma obra escrita de forma poética. Não são poemas, mas trazem um encadeamento poético belíssimo. É uma obra muito triste que fala muito sobre a condição da mulher, do não desejo de ser mãe, de traição. Gostei muito!

Beijos,
Pedrita

8 comentários:

  1. Não conhecia esse livro, nem essa escritora! Parece que é um livro interessante.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adriana, se não fosse o dono do sebo, tb não conheceria.

      Excluir
  2. Não conheço a autora. Ou melhor, nunca ouvi falar.
    Gertrude Stein é conhecida.
    Estou "travada" num livro de Agatha Christie.
    Tenho vontade de parar porque quero ler Graciliano Ramos(Infância) e José Lins do Rego(Menino de Engenho) mas não tive coragem de deixar o livro pela metade.
    O tempo corre, o tempo voa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, tb não conhecia. e foi uma grata descoberta.

      Excluir
  3. Não conhecia este livro. Fiquei bem curiosa!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu não conheço a autora, mas fico imaginando como essas mulheres se debateram para existirem, heim Pedrita?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fatima, fico pensando tb como devia ser difícil ser diferente.

      Excluir

Bons comentários!