terça-feira, 31 de março de 2015

Caçadores de Obras-Primas

Assisti Caçadores de Obras Primas (2014) de George Clooney no Telecine Premium. Queria muito ver esse filme. Gostei muito e não conhecia essa parte da história. Um especialista em artes convence os Estados Unidos da importância de enviar especialistas em artes para a Europa onde acontece a Segunda Guerra Mundial para tentar impedir que destruam a cultura dos países. Um dos maiores problemas era descobrir para onde Hitler enviava as obras de arte para que fossem futuramente expostas no Museu do Fuhrer que seria construído.

Um grupo inusitado é reunido para se fingir de soldado e tentar saber o paredeiro das obras. Muito triste ver casas inteiras confiscadas, dentes de outro, alianças. Deprimente a organização dos alemães nos campos de concentração, que separavam tudo e enviavam para lugares escondidos. Uma produção impecável baseada na maldade e no roubo de bens alheios. Tem hora que parece que a limpeza étnica parecia só uma desculpa para roubo descarado e morte também, porque os dentes e objetos de ouro eram tirados na maioria das vezes dos que iam para as câmeras de gás. Quanta crueldade.

O filme é muito difícil de ser realizado, passa por vários países. Li uma matéria feita de conversas na coletiva de imprensa, inclusive com o diretor que explica muito esse fato histórico. Essa história é contada no livro de Robert Edsel. Muitas obras foram destruídas porque eram de artistas judeus. A matéria com mais detalhes está aqui. O ótimo elenco é formado por George Clooney, Matt Damon, Cate Blanchett, Bill Murray, Hugh Bonneville, John Goodman, Jean Dujardin, Bob Baladan e Dimitri Leonidas.
Beijos,
Pedrita

10 comentários:

  1. Tenho o DVD, mas ainda não me apeteceu vê-lo.

    Depois de ler a sua critíca, Pedrita, vou vê-lo imediatamente, logo que chegue a Duesseldorf.

    ResponderExcluir
  2. Oi Pedrita,
    Uau que elenco. Apesar de não curtir muito esse tipo de filme..
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  3. bem, uma das justificativas para o massacre judeu, além da superioridade da raça branca, foi a crise econômica na Alemanha. Os judeus eram vistos como culpados pela crise por causa da sua usura. Seus bens foram confiscados para restabelecer a economia. Eu adorei esse filme também, principalmente quando um dos especialistas em arte disse que as peças de arte eram parte da memória dos povos europeus, e que roubá-las também afetaria a identidade dessas pessoas. E é isso mesmo né? Já pensou se roubassem as estátuas de aleijadinho? Maior preju para a cultura nacional. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. exatamente, eu falo sempre de cultura, porque ela espelha um povo. e eu acredito que muitos acham teorias para justificar absurdos.

      Excluir
  4. Olá, tudo bem? o filme ficou algumas semanas no cinema, mas não fiquei com vontade de assistir... Bjs e boa Páscoa! Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, eu só soube pelo trailer na tv a cabo e fiquei com muita vontade de ver.

      Excluir
  5. Vi esse filme, Pedrita. Com esse elenco maravilhoso.
    Dele faz parte Hugh Bonneville, que faz parte do elenco de Downton Abbey.
    E Matt Damon? Lindoooooo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, elenco incrível realmente. tb gosto do bonneville.

      Excluir

Bons comentários!