terça-feira, 8 de novembro de 2016

Joy

Assisti Joy (2015) de David O. Russel no Telecine Premium. Tinha ouvido muitos elogios desse filme quando assisti a cerimônia do Oscar e queria muito ver. É inspirado na vida da empreendedora Joy Mangano que teve muita dificuldade para se colocar no mundo.

Por ela ser de uma família muito disfuncional tudo é difícil demais e parece quase impossível. Primeiro ela tem que desistir da faculdade para cuidar da família. A mãe, após a separação, passava os dias vendo novelas. Volte e meia o pai vinha morar com elas. Ela ainda faz a burrada de casar com outro encostado. Por ser de um lar disfuncional tudo é mais difícil, a protagonista não tem proteção e não sabe se proteger.

O pai e a madrasta que escolhem o advogado que vai definir as patentes, ela nem procura uma segunda opinião. Por sorte a investida dela em um golpe que estava passando dá certo, mas poderia dar muito errado. Pelo menos no filme ela vai sozinha intimar o autor de um grande golpe e por sorte sai viva da conversa. Muito triste que depois de conseguir muito dinheiro e sucesso continue carregando a família nas costas e ainda recebendo processos judiciais de familiares. Estranhamentr o ex-marido é sócio dela e é o melhor conselheiro que ela tem. Ela teve três filhos e atualmente os três trabalham com ela. Joy é interpretada brilhantemente por Jennifer Lawrence. Seu pai por Robert De Niro. Sua madrasta por Isabella Rossellini. Sua melhor amiga por Dasha Polanco. Seu ex-marido por Edgar Ramírez. O profissional de televisão que aposta nela por Bradley Cooper. Sua mãe por Virgínia Madsen. Sua avó por Diane Ladd. Uma graça a atriz que faz a filha dela, o mais engraçado é que foi interpretado por duas atrizes gêmeas Aundrea e Gya Gadsby.
Claro que o filme torna-se uma grande ferramenta de marketing. Joy Mangano criou o famoso Mop, conseguiu vender muito pela televisão, área que especializou-se também.


Beijos,
Pedrita

14 comentários:

  1. Desde domingo tento vê esse filme que está gravado e cochilo.
    Daí recomeço.
    Mas vou assisti.
    Adoro o lindo Bradley Cooper

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, é melhor ver de dia pq realmente é longo.

      Excluir
  2. Assisti esse filme no cinema e achei bom, mas não entendi a indicação da Jennifer Lawrence como melhor atriz.
    big beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lulu, eu achei q ela está impressionante. mereceu a indicação.

      Excluir
  3. Pedi ao marido para gravar este filme, mas ainda não pude vê-lo. Gosto do assunto dele, que faz bem o gênero do filme que me agrada. (P.S:notou que depois do sucesso de O lado bom da vida a Jennifer Lawrence voltou a trabalhar com o Bradley Cooper em pelo menos mais 3 filmes? Além de O lado Bom...Vi também o Trapaça e Serena, com os dois, agora falta este, rsrs.

    Beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, eu fiquei bem mexida. eu aconselho a não ver antes de dormir. jennifer lawrence está incrível. eu só vi isso q falou qd fui ver as tags aqui no blog. realmente eles fizeram vários filmes juntos.

      Excluir
  4. É uma história interessante contado no estilo meio amalucado do diretor David O. Russell, que fez filmes melhores como "Trapaça" e "O Lado Bom da Vida".

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Olá, adorei essa resenha, nunca assisti esse filme, porém já vou anotar na minha listinha, obrigada pela visitinha, tem post novo no blog, bjus, Joyce.
    Já estou seguindo o blog, bjus.

    ResponderExcluir
  6. Olá Pedrita!
    Gostei do filme (preferi O lado bom da vida e Trapaça com o trio Jennifer, Bradley e De Niro, e Serena com a Jennifer e o Bradley)achei que a protagonista defendeu bem a personagem, muita gente achou a atriz nova para o papel (como em Trapaça) mas eu achei que ela foi bem convincente, gostei muito de atuação.
    O roteiro de uma criança com boas ideias que se torna uma mulher que vive uma rotina, foi interessante e causou sim empatia.
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, eu gostei demais da atuaçao da lawrence. belo roteiro.

      Excluir
  7. Hello, Pedrita!
    Esse filme é top, gostei muito!

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir

Bons comentários!