domingo, 25 de fevereiro de 2018

A Forma da Água

Assisti no cinema A Forma da Água (2017) de Guillermo del Toro. Eu amo esse diretor, entre os meus preferidos, é o primeiro filme dele que vejo no cinema. Que filme lindo! Ainda embebida de tanta ternura!

O que acho incrível nesse cineasta é a capacidade dele de falar de temas controversos em seus filmes. Embora A Forma da Água seja um filme de amor, ele fala muito de preconceito e intolerância as diferenças. E claro, não só a intolerância ao monstro. A mulher é uma faxineira, amiga de um homem que está desempregado, os dois a margem da sociedade. A vida difícil da amiga faxineira dela. A protagonista é muda e faxineira e sofre todo o tipo de abuso por sua fragilidade. E claro, os horrores que fazem com o monstro. Guillermo del Toro, como eu e muitas amigas blogueiras, ama filmes de terror e fantasminhas. Ele sempre mistura o universo irreal, mas com tanta maestria e doçura, são filmes doídos, difíceis de assistir, sobre a triste condição humana.
Sally Hawkins está maravilhosa como essa mulher sofrida, que veio de um orfanato, que foi mutilada em suas cordas vocais. Doug Jones emociona como o monstro da água. Octavia Spencer é dessas amigas que sonhamos em ter. 

Richard Jewkins é o amigo e vizinho da protagonista. Lúdico, desenhista, está sem trabalho. Tudo é mágico, a cidade, o laboratório onde elas trabalham, Ele ama ver musicais e os dois dançam e cantam as músicas. A trilha sonora é linda. No final aparecem todas as músicas e os créditos dos filmes que aparecem. É tudo tão lindo! Que filme encantador!

Mas A Forma da Água é muito angustiante. Acharam esse monstro e estão estudando-o e fazendo ele sofrer muito. É angustiante! A protagonista começa a se comunicar com ele e tenta salvá-lo. Há ainda a disputa pelo monstro, russos e americanos. O sádico que maltrata o monstro é interpretado por Michael Shannon. As cenas de tortura são insuportáveis. O cientista russo infiltrado é interpretado por Michael Stuhlbarg. A Forma da Água concorre em muitas categorias no Oscar, espero que leve todas.

Beijos,
Pedrita

17 comentários:

  1. Olá, Pedrita,

    Entrei numa de ver os filmes concorrentes ao Oscar deste ano, mas ainda não cheguei neste. Quero vê-lo com calma e atenção pois só as sinopses dele me fizeram intuir que se trata de uma obra especial, talvez uma obra prima. Parece que o diretor quis trazer uma série de questões à baila e à reflexão, a partir de uma fantasia que me remeteu ao filme A bela e a fera, estarei enganada? rsrs.

    Beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, eu vejo alguns. como priorizo ver os filmes que falam da minha cultura. acabo vendo um ou outro estrangeiro. amo guillermo del toro. veria mesmo que não concorresse a nada. ah, não lembra a bela e a fera não. mais aquele péssimo hábito de ter em cativeiro o exótico para experimentos.

      Excluir
  2. Olá Pedrita
    Assisti hoje e ameeeeeeeei o filme <3
    Primeiro minhas expectativas estavam nas alturas então coloquei os pés no chão, mas ainda assim me encantei com esse conto de fadas sombrio, surreal e apaixonante.
    tem siiiiiim um viés clichê, a dicoomia do bem/mal, do divino/humano e sem falar nos excluídos, masss como não se encantar com a forma da água?????????????
    Del Toro voltou em grande estilo.
    Não acho que vá arrebatar todos as indicações, penso que vão ser bem divididos os prêmios, mas com certeza merece vários :)
    Amanhã sai meu post :p

    Uma excelente semana pra ti
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, tb amei. ah. minhas expectativas estavam nas alturas e subiram mais. emergiram mais seria o mais correto pensando no filme. ah, não vi clichês não. muito pelo contrário. queria todos os prêmios hahahahahah. excelente semana pra vc tb.

      Excluir
  3. *dicotomia
    tô com fome comi letrinha

    ResponderExcluir
  4. Não vi ainda e certamente não vou vê no cinema.
    Mas vou assistir sim.
    Guillermo del Toro é especialista em filmes fantasiosos.
    Nunca consigo vê os créditos de filmes.
    Passam muito rápido.

    Não aguento mais esse patrulhamento (que virou moda) e onde tudo é proibido.
    Um mundo onde eu não posso dizer se gosto ou se não gosto, se é bonito ou se não é bonito, é um lugar chato e cheio de falsidades.

    Aquele Documentário que comentei, não gravei.
    Estava lá na lista de como vc me ensinou, no Now.
    Não tenho tido sorte em gravar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, não sei se vai gostar pq tem uma pegada de terror, tortura e violência e muita fantasia. ah, eu paro com o controle remoto nos créditos. os da hbo passam devagar, no cinema tb. q bom q está aproveitando o now.

      Excluir
  5. Pedrita,
    Eu também amo esse diretor, ainda não assisti esse filme por falta de tempo, mas estou tentada para assisti-lo.

    Beijos, ótima semana ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, estava com o mesmo problema mas não era falta de tempo. era indisponibilidade de sair de casa pelos blocos, foram 3 fins de semana em cárcere privado.

      Excluir
  6. Já ouvi falar desse filme, mas acho fantasioso demais.
    Big Beijos,
    LULU ON THE SKY

    ResponderExcluir
  7. Uau... Dos candidatos aos Óscares que mais quero ver já só me falta este e nunca tinha lido boas opiniões sobre o filme. Este review deu-me muita vontade de ir vê-lo asap!! :) Obrigada. Depois também faço post a comparar os nomeados. Beijinhos!

    www.trendylisbon.com

    ResponderExcluir
  8. Também estou torcendo por esse no Oscar! Espero que ele ganhe várias estatuetas, principalmente a de Melhor Diretor, pois del Toro merece <3

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nanda, queria todos os prêmios hahhahahaha.

      Excluir

Bons comentários!