segunda-feira, 14 de maio de 2018

Sobre Ratos e Homens

Assisti a peça Sobre Ratos e Homens de Kiko Marques no Galpão do Folias. Tinha tempo que queria ver esse espetáculo tão elogiado e premiado. Finalmente consegui. Gostei muito! É baseado no texto de John Steinbeck que não li. Adoro esse autor, mas esse texto não conhecia.

Como muito de seus textos a trama é muito forte. Dois amigos estão indo procurar trabalho em outra fazenda. Um deles parece uma criança, ama ratos, mas quando faz carinho, os mata. A relação com os bichos é desconfortável, mesmo os animais sendo de pelúcia, causa desconforto. E acho que essa é a sensação que permeia o espetáculo. As relações são desumanas na maior parte do tempo, só a amizade dos dois que é imbatível. 

Não há possibilidade de melhorar de vida, de não ser explorado, humilhado, de ser melhor pago. Todos vivem em más condições. A amizade é o único alento naquela vida miserável. Ando Camargo está incrível como o rapaz infantil. Seu amigo inseparável também está muito bem, interpretado por Ricardo Monastero. Essa peça tem voltado constantemente em cartaz, então mudam alguns atores do elenco. Eu vi com: Erika Altimeyer, Tom Nunes, Cássio Inácio Bignardi, Roberto Borenstein, Pedro Paulo Eva e Daniel Kronenberg. Todos estão ótimos. Adorei também os cenários de Marcio Vinicius. Sobre Homens e Ratos fica em cartaz até 27 de maio.

Beijos,
Pedrita

11 comentários:

  1. Tenho o livro. Acho que li primeiro e depois vi o filme. Gostei

    ResponderExcluir
  2. Conheço o nome da obra, mas também nunca a li, mas Steinbeck é um dos meus escritores americanos que mais tenho lido.

    ResponderExcluir
  3. Olá Pedrita
    Li alguns livros do autor, massss não esse texto.
    Tenho pavor de ratos, já vi e devo ter desenvolvido fobia :(
    Infelizmente, não me imagino assistindo essa peça, se eu ver esse ratinho de pelúcia sou capaz de ter um troço.
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, que alívio descobrir q vc tb ia surtar com ratos de pelúcia. achei tão surreal eu embarcar e me incomodar.

      Excluir

  4. É triste saber que eles vivem em más condições, essa
    é a realidade de muitos em nosso país.
    Ratos transmitem doenças, tenho pavor.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, realmente lembrou muito o brasil e a falta de suporte médico e dignidade de trabalho.

      Excluir
  5. Oba...
    Eu vi esta peça no CCBB do rj...
    Fiquei maravilhada e impactada!##

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bacana isa, eu adoro ver atrações culturais e ter alguém q tb viu. o texto é muito bom mesmo e muito forte. eu tenho medo de ratos que andam em esgotos, pelas doenças q transmitem. mas tenho dó da maioria, até mesmo dos q ficam em laboratórios para experiências.

      Excluir
  6. O texto foi excelente e o rapaz q faz o menino abobado estava muito bem.
    Eu não tenho medo de rato, pois fui uma vez com uma ex namorada ao trabalho(em um laboratório)(ela eh bióloga).
    Os ratos são fófis.
    Só tenho medo e nojo de ratazanas...
    Bjs...

    ResponderExcluir

Bons comentários!