domingo, 11 de janeiro de 2009

O Tambor

Assisti O Tambor (1979) de Volker Schlöndorff em DVD. Minha irmã me emprestou esse DVD, me surpreendi quando vi que ainda estava lacrado e eles ainda não viram. Vai ver que porque ela gostou muito quando viu no passado que resolveu comprá-lo. Eu tenho na minha lista para ler o livro do Günter Grass, mas ainda não li. O filme é simplesmente maravilhoso! É uma co-produção entre Alemanha Ocidental, Polônia, França e Iugoslávia.

É a história de um menino que decide aos 3 anos não crescer mais já que ele não gosta da vida dos adultos. O Tambor é cheio de metáforas, com muito humor, humor negro e política. Mostra bastante o poder de Hitler na Polônia, a guerra. O Tambor é uma obra de arte. O menino tem um olhar, um rosto impressionante e é interpretado por David Bennent.
Sua mãe é interpretada pela belíssima Angela Winkler. Seus dois pais por Mario Adorf e Daniel Olbrychski. Charles Aznavour faz uma participação muito simpática em um personagem. O Tambor ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

Youtube: Die Blechtrommel (Deutschland/Frankreich 1978/1979)



Beijos,

Pedrita

7 comentários:

  1. Olá Pedrita:
    O filme é fantástico e trouxe-nos o primeiro Oscar.
    O Volker Schlöndorff é um dos melhores realizadores alemaes. E os actores também sao de primeira àgua.
    O "Tambor" de Günter Grass, é para mim o melhor livro dele. Nao sei, se a traducao é boa, mas em alemao a linguagem é absolutamente brilhante. Dá grande prazer em le-lo. Na terceira parte do livro, o Oskar encontra-se em Düsseldorf.
    O Günter Grass também viveu em Düsseldorf e estudou na Escola de Belas Artes daqui. Infelizmente, no filme falta essa terceira parte. O Schlöndorf tencionou filmar a terceira parte, mas até agora nada. Há pouco tempo, numa entrevista disse, que um dia, talvez ainda isso venha a acontecer.

    ResponderExcluir
  2. Olá Pedrita!
    "O Tambor" foi a obra que abriu decididamnte as portas do universo cinematográfico a Volker Schlondorff, um dos principais nomes do então chamado Novo Cnema Alemão que surpreendeu tudo e todos nos anos setenta.
    Quando revemos uma obra como "O Tambor" é inevitável recordar as memórias do passado, dessa época, que o escritor publicou recentemente e que tanta polémica deram.
    Beijinhos
    Paula E Rui Lima

    ResponderExcluir
  3. Eu o assisti aqui. É muito bom mesmo.


    Pedrita o video nao entra, tem que pegar de outro.

    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Caraaaaamba! Sem mentira nenhuma: o menino é igualzinho ao meu marido quando era pequeno!!! o_O

    ResponderExcluir
  5. Absolutamente fabuloso, este filme não é "alemão". É universal. E eterno.

    ResponderExcluir
  6. ematejoca, eu tenho na lista pra comprar o tambor há muitos anos.

    paula, rui, georgia e quintela, é maravilhoso mesmo!

    ResponderExcluir
  7. Realmente, eu já assisti o filme há mais de 20 anos e o cabra nunca o escolhe para assistir! Por isso, estava fechado ainda. Preciso revê-lo.
    Denise

    ResponderExcluir

Bons comentários!