terça-feira, 16 de junho de 2009

Retratos Brasileiros - Julia Lemmertz

Assisti Retratos Brasileiros com a Julia Lemmertz no Canal Brasil. Eu gosto muito desse programa e volte e meia assisto um. No domingo às 18h é o melhor horário, ainda mais ue às 18h30 passa sempre o filme da semana, mas esse programa costuma reprisar durante a semana, li no site que o outro horário é sexta, às 10h da manhã. Eu adoro essa atriz e admiro muito o talento dela e da família. A começar pelos pais maravilhosos Lilian Lemmertz e Linneu Dias. Nesse programa Júlia Lemmertz disse que começou em um filme do Rodolfo Nanni, Cordélia, Cordélia, que ela representou a mãe quando era criança. Ela disse que nessa época que entendeu a profissão de atriz e ator na profissão dos pais, mas que não pensava em ser atriz.

Julia Lemmertz falou de vários filmes que amo de paixão, como o As Três Marias. Vários eu comentei no blog mas ficou no passado, alguns devem se lembrar que eu mudei de sistemas de blogs e o iG principalmente deletou tudo o que fizemos em tantos anos. Acho que fiquei uns 3 anos no iG. As Três Marias está entre meus filmes preferidos. Vi mais recentemente o maravilhoso Um Copo de Cólera, baseado na obra de Raduan Nassar. Julia Lemmertz contou que assim que leu a obra ficou impactada. Essa eu não li desse autor, mas pelo filme Lavoura Arcaica comprei o livro e li, maravilhoso! Falou do Jogo Subterrâneo que eu gostei bastante. Meu Nome não é Johnny onde ela faz a mãe do Johnny, inclusive ela brincou que agora só a chamam para ser a mãe de alguém e que em breve veremos um filme onde ela contracena como mãe de alguém. Dos filmes que quero ver ela falou de Onde Andará Dulce Veiga? e Tiradentes, onde ela interpreta a mulher de Tiradentes. Ela contou em que boa parte da história mal falam dessa mulher que Tiradentes foi casado. Os diretores falaram da atriz e claro, Alexandre Borges também, gostei porque ele conta como eles se conheceram, como se apaixonaram e como começaram a trabalhar juntos. O primeiro trabalho deles juntos foi na peça Hamlet do José Celso Martinez Corrêa. Gostei de ver Bia Lessa falar da Julia Lemmertz e da peça Orlando que está entre as peças da minha vida. Eu vi com a Fernanda Torres no Teatro Tuca. Foi um programa muito especial. Eu achei no youtube esse programa que vi, está em três partes, vou colocar a primeira aqui. Se desejarem ver todo o programa sigam no link pra lá que vão localizar os outros dois.

A atriz também falou da apre-sentação do programa Revista do Cinema Brasileiro. Nem sabia que já completa 12 anos. Ela disse que no começo fazia questão de dizer que é um atriz que apresenta o programa, mas que depois de alguns anos, apresentando e fazendo entrevistas, ela já não sabe mais. Eu gosto muito desse programa Revista do Cinema Brasileiro e gostei de ver que passaram os vários logos nesses anos todos e alguns são muito saudosos.

Youtube: Retratos Brasileiros (1)





e



e




Bejios,




Pedrita

7 comentários:

  1. Eu também gosto muito da Julia Lemertz como atriz e como apresentadora do "Revista do Cinema Brasileiro". Sem falar que acho que ela é elegante e discreta.
    Denise

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu adoro a Júlia, ela é uma super atriz!! Lembro mt da mae dela, gostava demais de Lilian, achava que ela tinha uma beleza super delicada, diferente, e ver a Julia hj em dia, como ela tem a carinha da mae, é impressionante!
    Super valeu esse filminho viu Pedrita?!

    ResponderExcluir
  3. Pedrita ela é ótima. Me lembro da mae dela que também era muito boa, adorei ver a Lilian aqui no viedo, uma pessoa encantadora.
    Bia Lessa, nossa, quanto tempo!

    O filme deve ser ótimo.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Quando eu assisti Um copo de cólera eu fiquei muito impressionada com a Júlia; um filme lindo, que me dá uma certa agonia...
    Pena que ela nem sempre é bem aproveitada na televisão.
    Beijos e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  5. o que que é essa mulher, não?
    affê cruiz, é ótima.

    ResponderExcluir
  6. dê, realmente ela é muito elegante.

    quintela, ela atuou em poucos filmes que viajam mais. talvez meu nome não é johnny chegue por aí.

    nina, obrigada, esse programa foi realmente bom.

    georgia, tb tenho saudades dos trabalhos da bia lessa. pelo menos aqui em são paulo ela não tem aparecido.

    elaine, acho que a júlia fez ótimos papéis na televisão.

    paula, ótima mesmo.

    ResponderExcluir

Bons comentários!