quinta-feira, 15 de abril de 2010

Cama de Gato

Assisti a novela Cama de Gato (2009-2010) de Ducha Rachid e Thelma Guedes na TV Globo. A direção geral foi de Amora Mautner. Eu adorava essa novela, era a que mais gostava, infelizmente no final, praticamente um mêes antes de terminar, tomou rumos que desanimei, tanto que parei de ver e só voltei no final. Quando estava prestes a parar, minha mãe já tinha largado de ver a novela e ela comentou algo que depois fez muito sentido. Ela disse que naquele momento tudo já tinha se resolvido, não havia mais tramas pra desamarrar. Eu neguei na hora, mas depois comecei a pensar e vi que ela tinha razão. Foi nesse momento que surgiram novos atores, novos personagens, muitas viagens no roteiro, pra depois no final voltar a como tudo estava antes, com raras exceções.
Eu adorava muitos persona-gens. Belíssima a personagem da Camila Pitanga, uma mulher batalha-dora, ela começou como empregada doméstica, mas logo mudou. Mãe de 4 filhos, dedicada, que dialogava. Os atores que fizeram os filhos dela também eram ótimos. Os adolescentes eram interpretados por Heslander Vieira e Raquel Fuina, só como sempre um equívoco quanto ao rapaz vir a ser um pianista. Normalmente crianças já fazem recitais desde pequeno, tocam o dia inteiro e com 16 anos já ganham concursos. O personagem era muito amador musicalmente, muito artificial. As crianças eram muito fofas interpretadas por Julyana Garcia e Gustavo Maya. A Paola Oliveira estava excelente como vilã.

Eu adorava o grupo do asilo, ótimos atores, ótimo enredo. E o grupo só aumentava. Com uma confusão enorme, os arrojados personagens de Suely Franco e Pedro Paulo Rangel vão parar no asilo e agitar a turma. No elenco atores que adoro: Berta Loran, Luís Gustavo, Paulo Goulart, Yoná Magalhães, Luppe Gigliotti e Selma Lopes.  Eles tinham personagens ricos de histórias, romances, era o grupo que mais gostava de acompanhar. Gosto muito do ator que era o dono do asilo, interpretado pelo ótimo Aramis Trindade. Inclusive a personagem da Berta Loran, a Loló, tinha um blog, o Balança Mas Não Cai, e colocavam lá as aventuras dessa turminha tão animada. A turma cantava, dançava, era muito divertido. E o grupo teve inclusive um casamento no final da novela.

Eu gostava muito do núcleo jovem, atores novos e talentosos, mesmo o ator que fez o Pedro, o Ronny Kriwat, teve um desempenho que cresceu muito durante a novela. Adora os atores desse núcleo que se juntavam aos filhos adolescentes da Rose: Bianca Salgueiro, Marcella Rica e Rainer Cadete e Guta Gonçalves.

O núcleo cômico também era uma delícia. Adorava as aventuras do Solonaldo (Daniel Boaven-tura) e do Benê (Marcelo Novaes). Eles e as confusões com os personagens de Heloísa Perissé e Rosi Campos. O filho Juca, interpretado pelo Rafael Miguel também era ótimo. Os pais do Benê são os ótimos Tony Tornado e Ilva Niño. E as moças que sempre ficam sozinhas, gosto muito da Marcella Valente e adorei a outra que fazia um par divertido com ela, a Luana Martau.

Eu gostava de vários núcleos como o da Paula Burla-marqui e do Ângelo Antônio. Do Juvenal interpre-tado pelo André Luiz Miranda. Do Alcino (Carmo Della Vecchia) e da Mari (Isabela Garcia). A personagem da Norma Blum, o Domênico com o Jorge Cerruti. E estavam muito bem: Emmanuelle Araújo e Nívea Stelmann.Foi difícil montar o post porque faltavam muitos nomes de atores no site oficial da novela, alguns nem consegui localizar para colocar aqui. 







From Mata Hari e 007

Beijos,
Pedrita

6 comentários:

  1. Cara Pedrita
    As novelas caracteriza-se pelo facto de quando alcançam o sucesso, prolongarem o seu tempo de vida inicial, introduzindo novas personagens e novas histórias, quando o sucesso não sorri, cumprem com o plano inicialmente estabelecido. Uma regra importada dos EUA, das séries americanas, com as suas "seasons": se há sucesso vamos a mais uma "season" porque os argumenstistas tratam disso, se o sucesso foge, vamos acabar com ela, os argumentistas tratam disso. Mas quando os argumentistas americanos fizeram greve, o célebre sistema quase entrou em colapso, mas depois tudo se resolveu, porque as regras do jogo são para serem cumpridas como nos ensinou Jean Renoir.
    Beijinhos
    Paula e Rui Lima

    ResponderExcluir
  2. Olá minha querida amiga Pedrita.

    Eu também fiquei chateada com o rumo que tomou quase no final, meu marido que também acompanhou disse que era para ganhar tempo para estréia da outra novela.
    Não sei, mas realmente ficou chato.
    Quero publicar no meu blog, até bem lembrado, a música tema, é horrível, já viu a letra?

    Para iluminar:
    "Sou grata a Deus por não dizer o que nos acontecerá no futuro.
    As vezes seria pesado demais.
    Mas saber que o próprio Deus tem em suas mãos, o passado, o presente e o futuro, deveria tranquilizar nossa mente."

    beijos e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu blog! Voltarei sempre, com certeza!
    Bjão,

    ResponderExcluir
  4. Pedrita, eu gostei muito do começo da novela. Mas depois não gostei de alguns destinos de personagens e fui largando. Para mim a melhor da novela era a Débora. QUando ela morreu fiquei bem chateada aí desisti da novela de vez, Pior foi o Pedro se apaixonando pela médica logo depois da morte da mulher.

    Mas no geral a novela foi bem, garantiu bons momentos.

    Beijos , Ah e estou adorando a novela nova!

    ResponderExcluir
  5. paula e rui, cama de gato fez muito sucesso, acho q não foi prolongada, mas acho que o texto acabou antes do tempo esperado, foi escrito por novas e talentosas autoras.

    barbie, eu gosto da música tema.

    marion, eu larguei exatamente quando li que a débora ia morrer. achei algo pior ainda do q o pedro gostar da médica, foi o fato da música tema do casal ser a mesma q era com a débora. nem isso se deram ao trabalho de mudar.

    ResponderExcluir
  6. Oi Pedrita.

    Não acompanhei muito essa novela mas uma colega de trabalho me disse que ela foi ficando chata.
    Para mim, chata mesmo é a novela das 9h. Já a novela das 7h eu não consegui entender até hoje.

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir

Bons comentários!