domingo, 18 de setembro de 2011

Voz e Violão - Tradição e Folclore - parte 2

Assisti ao recital Voz e Violão - Tradição e Folclore - parte 2 com a soprano Adélia Issa e o violonista Edelton Gloeden na Biblioteca Mário de Andrade. Nessa pesquisa de repertório trazia a continuação desse recital do mês passado. O duo começou com Cinco Canções de Trovadores. Adélia Issa contou que o texto remete a poesias muito antigas, mas que a música de Ferenc Farkas é recente. Achei curioso quando a soprano disse que o texto de cada uma tinha particularidades. Que o primeiro era claramente francês, mas que o último trazia palavras de vários países, espanhóis, francês e inclusive latim. Depois do compositor Mario Castenuovo-Tedesco apresentaram a Balada do Exílio sob texto de Guido Cavalcanti, datado de 1300. Adélia Issa comentou que eles incluíram nesse programa essa obra pelo texto de Guido Cavalcanti, mas que a música é típica de Castelnuovo-Tedesco, um compositor recente. De violão solo, Edelton Gloeden interpretou Sevillana de Joaquín Turina e Tocada em Ritmo de Samba de Radamés Gnatalli. No repertório eles ainda interpretaram de Robert Gerhard as Sete Canções Espanholas. Eu já tinha me emocionado com a triste La Muerte Y La Donzella. E muito triste a melodia da canção Un Galán Y Su Morena, a melodia parece dizer muito mais do que o texto. O duo encerrou com três canções brasileiras de Camargo Guarnieri, Quando Embalada, Vou-me Embora e Quebra o Côco, Menina com texto de Juvenal Galeno. Foi um belíssimo recital e gratuito, mês que vem tem outro com outro repertório de pesquisa.

Beijos,
Pedrita

3 comentários:

  1. Olá, tudo bem? No sábado, assisti Melancolia... Sai do cinema angustiado .. Rs.. Fiquei assim por cerca de 1 hora após o encerramento do filme kkkk.. Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pedrita, aqui tem muitos espetáculos grtuitos dessa magnitude lirica e erudita mas quando a gente fica sabendo, já distribuiram os ingressos para os apadrinhados e só mesmo quando é no paruqe municipal a gente consegue uma vaguinha. Lá sempre aos domingos tem orquestras sinfônicas ao ar livre e outros shows bem bacanas. Um abração e ótim a semana.

    ResponderExcluir
  3. fabio, quero muito ver melancolia. o lars von trier faz sempre isso comigo, fico péssima por um bom tempo.

    cacá, aqui em geral é tranquilo. se é algo mais badalado até pode ser desse jeito. mas música de câmara é tranquilo. e essa série é sexta, ao meio dia, então é bem tranquilo pra assistir.

    ResponderExcluir

Bons comentários!