terça-feira, 15 de maio de 2012

3 Macacos

Assisti 3 Macacos (2008) de Nuri Bilge Ceylan no Telecine Cult. Eu peguei o nome do filme pelo controle remoto e vim pesquisar, decidi assistir. Esse filme turco é contundente. Começa com um atropelamento. Um homem dirige cansado, atropela uma pessoa, depois se esconde, mas um carro anota a chapa. Ele pede então que um funcionário seu fique com a chave e o carro e assuma o atropelamento no lugar dele. Ele é um político que está em fase de candidatura e não poderia ter esse escândalo. Fico me perguntando o que pode fazer um homem assumir no lugar do outro.Estranhei o quanto esse roteiro pareceu brasileiro.

Enquanto esse homem cumpre na prisão o que não cometeu, sua família se esfacela. Ele acha que seu filho irá prestar vestibular, mas ele não faz nada, só se envolve em encrencas. Sua mulher trabalha em uma cozinha e tenta arrumar um trabalho para o filho. O esfacelamento dessa família só aumenta. Yavuz Bilgon interpreta o homem que vai preso, o político é interpretado por Ercan Kesal. A bela esposa por Hatice Aslan e o filho por Ahmet Rifat Sungar. É belíssima a fotografia em tons sépia, o estilo demorado, a câmera parada. 3 Macacos ganhou Prêmio de Melhor Direção no Festival de Cannes.

Beijos,
Pedrita

7 comentários:

  1. Este é um dos vários filmes turcos a que tentei assistir, mas desisti. Todos eles pesados.

    ResponderExcluir
  2. Sempre vou admirar essa diversidade de filmes (nacionalidades) que você assiste, acho que nunca vi um filme turco, apesar de já ter visto alguns de países que não são comuns as produções serem vistas. Boa dica.

    ResponderExcluir
  3. enaldo, esse é realmente pesado. eu não sei se já vi algum outro filme turco. só li os livros do pamuk q são fantásticos.

    ruby, eu me esforço em diversificar, quase uma mania.

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da autobiografia de Pamuk (Istambul), e de "O meu nome é vermelho". Já "Neve" me deprimiu um pouco.

    ResponderExcluir
  5. enaldo, neve é triste mesmo, eu adoro o castelo branco.

    ResponderExcluir
  6. Um filme bem forte, com um texto e imagens mais fortes ainda.

    Bem coparado com situacoes brasileiras...


    Bjao

    ResponderExcluir

Bons comentários!