segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Ciclo de Debates: Ausência e Busca da Felicidade

Fui ao Ciclo de Debates: Ausência e Busca da Felicidade da República Ativa de Teatro no Centro Cultural São Paulo. Esse grupo é o que está com a peça Splash ou a História da Gota que quer ser Rio e comentei aqui e promoveram no espaço também esses debates. A psicóloga Mariuza Pregnolato falou sobre o tema intermediada pelo Rodrigo Palmieri. Ela falou da subjetividade que é a felicidade, que o que pode ser felicidade para um, pode não ser para o outro, mas que mesmo para nós é mutável. Aos 18 o que nos fazia feliz pode não fazer feliz depois. Mesmo uma viagem que fazemos que queremos repetir pode não ter a mesma alegria da outra vez porque mudamos.

Como a República Ativa de Teatro tem projetos com crianças, os palestrantes falaram sobre o tema. Mariuza comentou que é mais simples a felicidade das crianças. Se a criança tem o desejo saciado, ela fica feliz. Conforme ficamos adultos, nos tornamos mais elaborados. Mariuza disse o quanto é importante essa curiosidade do ser humano, de sempre querer mais, questionar mais, que isso impulsiona as pessoas para a evolução. Mas Rodrigo lembrou dos riscos do capitalismo em colocar no ter as angústias. Mariuza falou como muitas vezes a falta é importante para percebermos que éramos felizes. Mariuza sugeriu que quando alcançássemos a felicidade de um objetivo, ficássemos um pouco naquele lugar, desfrutássemos essa conquista, antes de seguirmos para novos desafios. O debate foi gratuito. No sábado que vem o grupo debaterão sobre o teatro infantil com outros profissionais da área.
Beijos,
Pedrita

8 comentários:

  1. Felicidade é um assunto bem complexo e subjetivo, então, realmente requer uma atenção especial.
    Achei bem interessante a premissa do evento e debate.

    Devido ao ataque hacker sofrido pelo blog, voltamos com novo nome e layout. Venha conhecer! Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. assunto difícil realmente. eu vi que o blog mudou de nome, até comentei.

      Excluir
  2. Hello, Pedrita!
    Com certeza foi um bom debate, o tema é bem interessante!

    Bjs, ótima semana! ♥

    ResponderExcluir
  3. Acho que a gente nem tem que pensar nisso.
    Tem que ir vivendo e fazendo o que pode.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, pode ser, mas gosto de filosofar sobre o tema até pq há hj uma cobrança pela felicidade fake. para que não sintamos tristeza nem raiva que não nos faz bem muito menos felizes.

      Excluir
  4. Deve ter sido bem interessante esse debate. Somos sempre em eterna mudança
    big beijos

    ResponderExcluir

Bons comentários!