sexta-feira, 29 de julho de 2016

Pay the Ghost

Assisti Pay the Ghost (2015) de Uli Edel no TelecinePlay. Nicolas Cage não tem atuado em filmes interessantes, tem tido atuações canastronas e participado de filmes ruins, mas eu queria distrair, amo filmes de fantasminhas, resolvi arriscar. É bom. O diretor é alemão. O roteiro é no estilo que gosto, interessante, do escritor inglês Tim Lebbon. O filho do protagonista some no Dia das Bruxas. O pai o segurava pela mão, o filho pergunta como paga o fantasma, o pai vai pegar o sorvete e o filho desapareceu.

A mãe fica furiosa com o pai. Um ano se passa, o pai ainda desesperado colando cartazes, infernizando a polícia, passa a achar que ouve vozes de socorro do filho. Achei que demorou um pouco para o pai procurar algo sobrenatural, só um ano depois. A esposa é interpretada por Sarah Wayne Callies. As crianças são lindas. O filho que desaparece é interpretado por Jack Fulton. Alguns outros do elenco são: Veronica Ferres, Lyric Bent e Stephen McHattie. 

A explicação é bem interessante. No passado uma mãe vê seus três filhos pequenos serem queimados na fogueira e é queimada em seguida. Como vingança, ela vem anualmente no Dia das Bruxas levar três crianças para castigar todos. Essa mulher é interpretada por Lauren Beatty. O roteiro fala muito de intolerância, violência e preconceito. O nome no Brasil é péssimo, Regresso do Mal.

Beijos,
Pedrita

13 comentários:

  1. Adoro o Nicolas Cage. Ele é um ator sensacional.
    Quer participar do Lulu Entrevista sobre seu blog? Se sim, preciso que envie seu e-mail por gentileza para meu blog nos comentários.

    Big Beijos,
    Lulu
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lulu, tb gosto, mas ele anda escolhendo mal demais os filmes. quanta honra, aceito sim.

      Excluir
  2. Olá Pedrita
    Gosto bastante do Nicolas Cage, desde que assisti Cidade dos Anjos ooowwnn fofo! Gostei tb de A outra face, Presságio e O aprendiz de feiticeiro.
    Esse não assisti, fiquei curiosíssima para ver, interessante esse Q de sobrenatural, deve ser bem bacana!
    Dica anotadíssima.
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, eu gostei, mas ele está sofrível.

      Excluir
  3. Infelizmente Nicolas Cage não se preocupa muito em analisar roteiros antes de aceitar trabalho.

    Este filme eu ainda não assisti para comentar.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hugo, exatamente, eu acho que devia avaliar melhor. eu raramente fujo de um filme se um ator estiver, nicolas cage tem causado isso em mim.

      Excluir
  4. Mais um que não vi na minha lista curta de filmes. Gosto do Cage e de filmes de mistérios com desaparecimento de pessoas, especialmente de crianças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ruby, eu vejo até os ruins desse gênero. esse é bonzinho.

      Excluir
  5. EITA! E ele consegue trazer o filho de volta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fatima, conto no seu blog. vou lá ver sua resposta.

      Excluir
  6. respondi seu comentário no blog abrakdbra....

    ResponderExcluir
  7. Não consigo gostar desse estilo de filmes.
    Digo sempre que "nem mentiras sinceras me interessam".
    Estou vendo Stranger Things, um seriado com sobrenatural porque meu filho indicou mas não estou aguentando.
    Nicolas Cage acho que faz uma cara igual em todos os filmes que vi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, deve ser realmente insuportável ver um filme de fantasminhas sem embarcar na brincadeira.

      Excluir

Bons comentários!