terça-feira, 18 de abril de 2017

A Criança Escondida

Assisti A Criança Escondida (2013) de Pen Hanefjord no Max. Logo que passei a poder gravar na tv a cabo, comecei a ver esse e coloquei o resto para gravar. Quando chegava ao final, a gravação acabava antes do filme. Esse é daqueles filmes raros, difícil de achar depois novamente. Só localizei no Cinemax que não gosto porque é dublado, mas era só o finzinho. Tive até que rever porque é uma trama intrincada. Vi no som original com legendas no Max e depois o final dublado no Cinemax. O filme é baseado no romance de Camilla Lackbergs.

Um casal idoso morre em um acidente de carro. A filha, o marido e um bebê vão morar na casa dos pais dela em uma cidade pequena. Um homem aparece dizendo ser o irmão dela, um filho que sua mãe escondeu. Logo esse homem aparece morto e a moça começa a investigar. Ela é interpretada por Claudia Galli

Ela acha então o diário de sua mãe e uma foto com um grupo, duas mulheres e alguns homens. E descobre que eles eram amigos e felizes. É na Segunda Guerra Mundial. O grupo se dispersa. A  maioria dessa foto é idoso hoje em dia e guardam muitos segredos. O filme mostra esse período delicado da guerra onde é difícil saber quem é quem, qual a função de cada um, já que há muitos segredos militares. Quando a moça conversa com a melhor amiga de sua mãe descobre que essa mulher conhecia uma outra pessoa, que sua mãe não tem nada a ver com o que ela descreve, sua mãe no passado era uma mulher alegre, cheia de vida, doce. A filha não reconhece sua mãe nessa descrição. Alguns outros do elenco são: Richard Ulfsater, Jan Malsmoj, Amalia Holm, Lennart Hankel, Edvin Endre, entre outros.

Beijos,
Pedrita

18 comentários:

  1. Pela imagem do filme, num local bonito, acho que gostaria de vê.

    Acabei de vê a série Netflix, The Affair".
    Passei a série toda chamando Alison de mulher safada.
    No final achei que acertei.
    Detestei ela desde o início.
    Agora estou vendo outras 3 séries.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, o roteiro é bem complexo. muitas idas e vindas.

      Excluir
  2. Esse filme deve ser maravilhoso! Uma filha descobrindo como era a mãe dela na juventude. Bem intrigante mesmo. Pena que não tenho CineMax... :(
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  3. Pra mim esse filme é novidade Pedrita, amei a resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, é um filme meio desconhecido.

      Excluir
  4. Não conhecia, acho que vou gostar. Pelo título já dá para imaginar algo sobre Segunda Guerra.

    Uma coisa que me incomoda é ver filme pela metade. Já aconteceu de dormir durante um filme, mas não sossego enquanto não conseguir assistir a parte que perdi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bruxa, acho q vai gostar sim. eu me incomodo demais de perder parte do filme. aí fico procurando. só q alguns somem. esses desde agosto não passava de novo.

      Excluir
  5. Oláááááá Pedrita
    Não conheço o filme, amei a resenha e estou muito curiosa para assistir. Fiquei bastante interessada nessa premissa instigante, de mistérios, investigações familiares, segredos passados na 2ª guerra que influenciam a vida das pessoas até os dias de hoje.
    Será que o homem é mesmo irmão dela?
    E a mãe dela, qual será o segredo?
    Gosto de plots com diários e fotos!
    Huuummm já quero ver, acho que vou gostar bastante.
    Bjs Luli

    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, fiquei intrigada tb, na hora da revelação a gravação acabou. passei meses para descobrir o desfecho. angustiante.

      Excluir
  6. Huuumm, a estória parece ser bem do tipo que aprecio: gente com vida dupla (no caso, por causa das circunstâncias), muitos segredos e conspirações, rsrs.

    Beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, a trama é muito interessante, acho que vai gostar mesmo.

      Excluir
  7. Não conhecia este filme.

    Boa dica.

    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Não curto muito esse tipo de filme.
    big beijos

    ResponderExcluir

Bons comentários!