terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Livros e filmes

A Luli do Café com leitura na rede fez a postagem Oscar 2018 - Adaptações Literárias. Eu fiquei com vontade então de fazer uma postagem que falassem de filmes, séries e teatro adaptados em livros que amei. Eu adoro todas as artes, cada uma com sua linguagem, uma com a palavra, a outra com imagens e uma ao vivo. Um livro às vezes precisa páginas para compreendermos um sentimento, enquanto às vezes um único olhar em silêncio resume todas essas páginas. Cada um com seu estilo de diálogo. Vou começar com o filme Desejo e Reparação que eu simplesmente amei, entre meus filmes preferidos, e foi esse filme que me apresentou para Ian McEwan autor de minha preferência atualmente. Amo os dois, o livro Reparação, e o filme.

A Mulher do Tenente Francês. Mais um que primeiro vi o filme e depois li o livro. Os dois são fascinantes e muito diferentes. O livro é a história da Mulher do Tenente Francês. O filme, outra obra de arte, é uma equipe de cinema que vai a uma cidade filmar a Mulher do Tenente Francês. Há vários trechos de ópera, o filme é uma obra de arte. Simplesmente maravilhoso!

Eu amei o livro O Visconde Partido ao Meio de Italo Calvino. Quando soube que o Grupo Galpão tinha adaptado o livro, organizei uma viagem a Belo Horizonte que encaixasse na temporada. Inesquecível! Muito interessante, porque o visconde aparece no livro pela metade, a metade boa, e depois a metade ruim aparece. Na montagem do Galpão todos eram metades, absurdamente genial, Na frente uma pessoa e atrás outra. Nunca me esqueço da moça que era um ganso atrás. Fantástico!

Eu tinha amado Orlando de Virgínia Woolf. Li dessa edição que peguei emprestado de uma biblioteca e enlouqueci quando soube que tinha uma montagem no teatro. A montagem de Bia Lessa está entre os melhores espetáculos que já vi na vida. A diretora e a autora estão entre as minhas preferidas.

Primeiro eu li o livro Desonra do Coetzee, autor contundente, livro indigesto, fiquei bastante surpresa quando soube do filme.

Fiquei imaginando como o diretor faria aquelas cenas indigestas. E um grande filme igualmente surgiu.

Primeiro eu vi a série O Tempo e o Vento. Majestosa! Depois comecei a ler um a um dos volumes dessa saga maravilhosa de Érico Veríssimo. É impressionante como Tarcísio Meira incorporou Capitão Rodrigo, eu não conseguia visualizar o meu Capitão Rodrigo que já estava imaginado pela série. 

Primeiro eu li o maravilhoso Memorial de Maria Moura de um clube de um livro. Depois vi a minissérie incrível!

Primeiro eu vi as obras adaptadas desse livro incrível A Outra Volta do Parafuso. Inacreditável como essa obra é adaptada, já vi filmes e ópera. 


Mas o filme com a Nicole Kidman Os Outros, é de longe o melhor, infinitamente melhor do que os que vi.

Bom essa postagem não acabaria nunca, tem muito livro e expressão artística que vi de obras majestosas que amei! Essas são uma parcela delas.




Beijos,
Pedrita

16 comentários:

  1. Não vi nenhum destes filmes, mas algumas obra li e gostei, como o Tempo e o Vento (só li o primeiro da trilogia que anda esgotado em Portugal, comprei num alfarrabista).
    Li Mrs Dalloway e Orlando, bem distintos e ambos marcantes, se este virou a teatro deve ser bem difícil representar tal viagem no tempo.
    Uma pérola esse Visconde cortado a meio mostrando as duas partes que coabitam em nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. carlos, confesso que achei incrível vc não ter visto nenhum desses filmes, são bem variados. eu amei o tempo e o vento, vai gostar muito qd encontrar. amo orlando, mrs dalloway não é o meu preferido da woolf. foi fantastica essa montagem do visconde.

      Excluir
  2. Nossa, Pedrita! Quantas opções! Toda vez que venho aqui, preciso aumentar a minha lista! rs muito obrigada! ;)

    beijos!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá Pedrita
    oooowwwwwwnnnn fico felizzzzzzz que vc tenha gostado do post e honrada por vc citar o bloguito.
    Muito obrigada pelo carinho viu!

    Siiiiiiiiim pensei mesmo que vc deve ter muitasssss obras para serem relacionadas a adaptações literárias!
    Desses li e assisti O tempo e o vento, como li antes o "meu" capitão Rodrigo era bem diferente do Tarcísio Meira rsrsrs
    Também assisti Memorial de Maria Moura, mas não li o livro.
    Os outros é mesmo uma película impactante, eu simplesmente ameeeeei como foi conduzido o roteiro e as nuances da narrativa.
    Quero muitooooo ler e assistir Desejo e Reparação <3
    Ameeeeeei seu post <3

    Excelente continuação de semana pra ti
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, q bom q gostou, fiquei com vontade na hora e fiquei pensando se devia. q bom q criei coragem. ah, acho q todas nós temos obras e filmes que gostamos. ah, vc leu antes de ver a série e imaginou diferente. se fosse a diretora ia escolher outra ator. amo isso. o livro é sensacional. devorei. vc vai amar. os outros é até hj a melhor adaptação q já vi e o filme é demais. um dos grandes personagens da kidman. vc vai amar tudo de reparação.

      Excluir
  4. Gostei bastante da versão de "Desejo e Reparação".

    A minissérie "O Tempo e o Vento" eu vi na época que passou na tv.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hugo, as duas obras são incríveis mesmo. vi recentemente a série. pena que cortaram um trecho.

      Excluir
  5. Sou apaixonada por Érico Veríssimo.
    O nome da minha filha, Érica é uma homenagem a ele.
    E ela nasceu quando ele já tinha falecido.

    Raros da sua lista vi filmes e livros.
    O Visconde partido ao meio, nem conheço.
    Desonra e A volta do parafuso, não conheço.
    Os outros, como filme, não gostei.
    Orlando, nem lembro se já li.
    Mas sei que tem a peça com Fernanda Torres.

    Neste Carnaval vi séries e filmes da Netflix.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, tb sou apaixonada pelo érico veríssimo. ah, q lindo, não sabia que o nome de sua filha era em homenagem a ele. lindo. acho q vc ia gostar muito de italo calvino. desonra acho q nao ia gostar e a volta do parafuso tb acho q nao ia gostar. ah, nem imaginava que tinha visto os outros. não é seu estilo de filme. dessa peça que falei liliane, de orlando com a fernanda torres. nesse carnaval tb vi vários filmes e estou vendo uma série.

      Excluir
  6. Huumm, vi que das obras comentadas só desconheço a do Calvino O visconde Partido ao meio, as demais eu vi os filmes e li os livros correspondentes...oops, péra, lembrei-me que não li o A mulher do tenente francês, mas vi o filme!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, o visconde partido ao meio é demais. e muito atual. já que cada parte do visconde é um lado, o bom e o ruim. muito parecido com a polarização dos dias de hj. e o livro da mulher do tenente francês é incrível tb. comprei há séculos de uma edição de banca.

      Excluir

Bons comentários!