quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Árido Movie

Assisti Árido Movie (2006) de Lírio Ferreira no Canal Brasil. O roteiro de Lírio Ferreira, Hilton Lacerda, Sérgio Oliveira e Eduardo Nunes até que é interessante, mas no meio do filme desanda em bobagens colossais transformando em um péssimo filme.
Nosso protagonista Guilherme Weber, que é ignorado nas fotos de divulgação do filme, vai ao sertão pernambucano ao enterro de seu pai que mal conheceu. Seu pai foi assassinado e seus primos postiços, alguns adotados, juram vingança. Mas nosso protagonista, um famoso homem do tempo da televisão, não sabe nada disso.

Ele passa por Recife para falar com sua mãe e revê seus três amalucados amigos que vão em separado pra cidadezinha. Os três são interpretados por Mariana Lima, Selton Mello e Gustavo Falcão. No começo eles têm ótimas cenas, deles dançando no OPosto, mas depois ficam nos discursos envelhecidos sobre a maconha ser proibida e a bebida alcóolica ser a vilã. Só que eles bebem e fumam como aloprados. A participação do José Celso Martinez Corrêa é a mais patética, bem como a personagem babaca da Giulia Gam. Da metade pro fim o filme se arrasta em discursos medíocres, cheios de palavras ocas sobre inúmeros assuntos. É duro perdurar até o final. E no final tem tanto clichê que chega a ser ridículo, como a Giulia Gam aparecendo grávida com seu amado, mais americano isso impossível.


Os personagens são muito caricatos. Pelo menos Aramis Trindade está um pouco diferente do que sempre faz, mas Matheus Nachtergaele é sempre Matheus Nachtergaele. A trilha sonora é linda e a fotografia de Murilo Salles é bonita. Ganhou 6 prêmios no Cine PE - Festival de Pernambuco de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator Coadjuvante (Selton Mello), Melhor Fotografia, Melhor Edição e Prêmio da Crítica. Ganhou o Lente de Cristal de Melhor Diretor, no Festival de Cinema Brasileiro de Miami.
Música: Os Incríveis



Beijos,



Pedrita

3 comentários:

  1. Que pena, Ped´s! Eu queria tanto ver este filme, parecia ser original, a começar pelo nome. Vi o trailler inúmeras vezes, mas ai o projetor do cinema em que eu vou foi roubado... e ai já era... bom, fui salva de um filme mediocre, menos mal.

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pedrita!

    Pelo capricho com que este blog está feito, qualidade de conteúdo e gráfica, além do empenho de mantê-lo assim por tanto tempo, ele já está nos meus links recomendados.

    Um beijo,

    Marcelo Novaes.

    ResponderExcluir
  3. eu tb maga, foi uma decepção.

    obrigada marcelo.

    ResponderExcluir

Bons comentários!