quarta-feira, 13 de maio de 2009

Mentes Perigosas

Assisti Mentes Perigosas (1995) de John N. Smith na HBO Plus. Eu assisti com minha mãe e minha irmã, na verdade nós programamos ver esse filme porque eu pensei que era o Mentes que Brilham. É razoável! Bom para refletir, mas inadequado em alguns momentos. Há dois trechos muito politicamente incorretos. Não que eu ache que todos os filmes devam ser politicamente corretos, mas esse filme visa debater a relação professor e aluno, como disse minha irmã: To Sir With Love de saias, e mostrar questões tão incorretas fica estranho.


Michelle Pfeiffer ficou viúva recentemente, resolve voltar a lecionar, precisa de dinheiro, um amigo a indica para uma escola, ela não entende muito bem, acha que é uma escola de crianças especiais e não crianças com problemas sociais, financeiros e familiares. Os dois momentos incorretos são quando ela oferece um empréstimo de 200 dólares a um aluno. Se um professor oferece uma quantia a um aluno ele precisa ter em caixa a mesma quantia para todos os outros se solicitarem. E em outro momento convida um aluno pra conversar na casa dela, o rapaz está entre ser menor de idade ou um pouco mais. E ele ainda dorme na sala. Ela poderia ser acusada de assédio sexual ou mesmo ele. Ela podia ser demitida, responder processo, mesmo que não fizesse nada como foi o caso. Ela teria que ter levado o garoto a algum lugar neutro, no mínimo onde haveria uma família, várias pessoas na casa para não ter problemas judiciais ou mesmo sofrer algum tipo de violência do rapaz. Fora isso o filme é razoável.
As roupas dessa época eram terríveis. Gostei muito do elenco: George Dzundza, Courtney B. Vance, Robin Bartlett, Beatrice Winde, Lorraine Toussant, Renoly Santiago, Wade Dominguez e Bruklin Harris.
Música do post: remix of Rappin' 4-Tay \ Back Again





Beijos,

Pedrita

6 comentários:

  1. Olá, então! Você comentou uma indicação minha no "O que elas estão lendo", e comentou que ainda não tem o "Segundo Sexo". Se quiser eu os tenho em e-book, posso te passar.
    Abraço,

    ResponderExcluir
  2. Quando eu ainda estava na escola, no magistério, uma professora nos fez assistir a esse filme milhares de vezes. Eu gostava, mas não via toda a genialidade que ela dizia.
    Sobre esse tipo de discussão, o mais interessante e próximo da realidade para mim, é o recente "Entre os Muros da Escola".

    Ana Maria
    mesmachuva.blogspot.com
    habitos-malos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. paula, eu prefiro comprar o livro. obrigada.

    ana maria, muitos professores veem dessa forma adolescentes problemáticos. mas não é tão superficial assim.

    ResponderExcluir
  4. Pedrita eu assisti o filme, gostei muito, mas concordo com suas colocacoes. Na época falei a mesma coisa ao meu esposo.

    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Achei o tema bem batido e é meio forçado ela conseguir a atenção dos alunos em tão pouco tempo! Fala sério...
    Denise

    ResponderExcluir
  6. Quando assisti Mentes Perigosas pela primeira vez, fui levada por dois motivos:
    1- Por ser professora e a historia abordar a reação aluno professor e como sou professora também de escola publica...
    2 – Michelle Pfeiffer vinha a frete como “chamariz”.
    Confesso que fiquei frustrada, o filme não atingiu minhas expectativas.

    ResponderExcluir

Bons comentários!