terça-feira, 12 de maio de 2009

Pele de Asno

Assisti Pele de Asno (1970) de Jacques Demy no Telecine Cult. Assim que vi na programação que esse filme francês ia passar, que era com a Catherine Deneuve, quis ver. Gostei muito! É engraçado, kitsch e retrata muito uma época. Lembra um pouco Barbarella e a primeira Fantástica Fábrica de Chocolates, mas não fez tanto sucesso nem é tão genial, mas é muito divertido. É praticamente uma história da Cinderella e é musical de vez em quando, mas não chega a ser romântico porque satiriza um pouco com o padrão melado dos romances de contos de fadas. Pele de Asno é baseado na história de Charles Perrault. O rei quer se casar de novo e a mulher mais bonita que sua esposa é sua própria filha. A filha tenta se livrar do pedido do pai com a ajuda da fada. Gostei muito da canção que a fada canta sobre o incesto. Uma forma delicada de falar no assunto para crianças e muito atual.


Catherine Deneuve está mais linda que nunca. Alguns outros do elenco são: Jean Marais, Jacques Perrin, Micheline Presle, Delphine Seyrig e Henri Crémieux. A trilha sonora é de Michel Legrand.

Youtube: Peau d'Ane "Amour, Amour"



Beijos,

Pedrita

6 comentários:

  1. Um filme bastante delicado. E catherine deneuve está linda...

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Pedrita nao me lembro de ter assistido.

    Mas sem dúvida deve ser um belo cenário...

    Um beijao

    ResponderExcluir
  3. Mais um que assisti há muitos anos no cinema! Acho que ele é pouco divulgado por aqui porque os filmes franceses são pouco populares.
    Denise

    ResponderExcluir
  4. Olhaaaaaaaaaaa, que legal!! Deve ser ótimo!

    ResponderExcluir
  5. Passando para um beijo, hoje estamos na corrida com a fono da Vivi.

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Jacques Demy foi/é uma verdadeira ilha no interior do cinema francês, hoje infelizmente um pouco esquecido. O seu amor pelo musical americano, está bem patente ao longo da sua brilhante filmografis.
    Beijinhos
    Paula e Rui Lima

    ResponderExcluir

Bons comentários!