terça-feira, 31 de julho de 2012

Abertura das Olimpíadas 2012

Assisti a Abertura das Olimpíadas 2012 na TV Record. Estava desligada com o evento, zapeando vi a chamada dizendo que logo mais iria começar. Chequei o horário e deixei a TV Record ligada. Antes de começar vi esse gramado da foto e as pessoas, com roupas antigas, em atividades cotidianas de vilarejos, estendendo roupas, jogando futebol, brincadeira das fitas e comecei a ficar encantada. Parei para ver. Ouvi que eram voluntários que se ofereceram pra atuar. Logo depois carruagens entraram no campo e trouxeram o ator Keneth Branagh vestido como antigamente e ele declamou um trecho de A Tempestade de Shakespeare. Então esses voluntários começaram a enrolar o gramado e sair do campo. Começou a aparecer então um cenário cinza e chaminés subiam. Era a Revolução Industrial. Que precisão, que cronologia. Crianças de três corais dos três países que formam o Reino Unido começaram a cantar.

Outro momento mágico foi o dos contos de fadas. O Reino Unido é muito conhecido por seus famosos autores de histórias infantis, eu e minha mãe inclusive vimos um filme sobre uma autora. Para retratar esse mundo mágico, crianças chegavam em camas hospitalares, já que o sistema público de saúde da Inglaterra é invejável. E voluntários vão ao hospital ler as histórias infantis. Começaram então a aparecer os monstros que tanto assustam as crianças nas histórias infantis, e para salvar as crianças do medo surgiram voando muitas, mas muitas Mary Poppins. A abertura também mesclou filme e apresentação. Daniel Craig interpretou em um filme o 007, indo buscar a Rainha para a cerimônia. Como são lindos os cachorrinhos reais.  Foi lindo o momento de acender a Pira Olímpica e a criatividade na criação da pira.





Beijos,
Pedrita

8 comentários:

  1. Toda abertura de Olimpíadas é bonita, mas abusaram dos clichês "esta-é-a-Inglaterra-para-turista-americano-ver-e-pagar".

    ResponderExcluir
  2. Por acaso gostei muito desta abertura do que outras.
    A de Londres estava cheia de vida, interatividade e sem a rigidez típica de estados fortes. Foi muito evidente a preocupação de misturar raças e culturas diferentes nos vários papeis de forma a promover a igualdade entre os povos.
    Efetivamente o meu geocrusoe tem estado menos ativo, talvez volte a retomar o espaço com uma dinâmica diferente, mais cultural, pois já esgotei a geologia da ilha.

    ResponderExcluir
  3. Adoro as competições olímpicas e a abertura tece seus momentos de beleza e outros nem tanto, mas foi num bom tempo, porque algumas abusam, acabam se estendo e fica chato!

    ResponderExcluir
  4. aiiii...às vezes acho que sou um ET de tão desligada, nem vi a abertura, ainda bem que passou por aqui pra saber das coisas! Beijos Pedrita

    ResponderExcluir
  5. Pedrita,

    Eu adorei a cerimônia. Foi encantadora! O que mais gostei foi a pira e os homens alados. Lindos!

    Adorei a trilha sonora pop. Foi a abertura mais pop de todos os tempos. Muito legal! :)


    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu nao vi a cerimonia.. senti muito de nao teer visto, ja que para mim eh o momento mais bonito... infelizmente nao estou acompanhando esses jogos... a escola nao deixa..
    Beijos
    Gabriel

    ResponderExcluir
  7. enaldo, eu gostei, mas em alguns momentos foram arrogantes, teve um discurso bem pedante mesmo.

    carlos, eu gostei exatamente dessa diversidade. ok, politicamente correta, nem temos ideia se é assim mesmo, mas mostrar a diversidade já é um começo.

    ruby, eu vou passear em alguns momentos.

    anamaria, eu estava igualmente desligada, foi um texto na tv q eu me toquei q era naquele dia e fui pesquisar e aí fui ver. ia perder tb.

    marion, nem tinha me lembrado dos homens alados, foram lindos sim.

    gammello eu tenho visto algumas modalidades, adoro as femininas, tablado, cavalo. vi natação ontem. os jogos quase nem vejo. no máximo checo algum resultado.

    ResponderExcluir

Bons comentários!