sábado, 18 de outubro de 2008

Barry Lyndon

Assisti Barry Lyndon (1975) de Stanley Kubrick no Maxprime. Fazia tempo que desejava ver esse filme e o 007 queria muito que eu visse. Gostei demais! É de uma beleza estética impressionante e com um roteiro baseado em livro de William Makepeace Thackeray, bastante engenhoso. Barry Lyndon é ambientado no século XVIII, e é um jovem que passa por vários momentos em sua vida até a sua velhice. Esse jovem é maravilhosamente interpretado por Ryan O'Neal. Barry Lyndon é um filme inovador por vários motivos. Um deles é a forma como o diretor decidiu filmar a noite, utilizando somente a luz que existia no período, como a luz de velas. Também nas externas ele só quis usar a luz natural. E as paisagens são belíssimas! Stanley Kubrick conseguiu uma estética sublime, um filme visualmente majestoso! Parecem pinturas!

Nosso aventureiro conhece várias mulheres e todas são atrizes belíssimas: Marisa Berenson, Gay Hamilton e Diana Körner. Alguns outros do elenco são: Hardy Krüger, Steven Berkoff, Murray Melvin e Frank Middlemass. Nosso protagonista começa jovem até ficar mais velho. Gostei demais da maquiagem do envelhecimento. Nada exagerado, mas percebe-se claramente o amadurecimento do personagem pelas suas roupas, posturas, cabelos e não somente pela maquiagem. Uma época com recursos menores que os de hoje, mesmo assim não abusaram nos artifícios criando algo artificial e exagerado.
Barry Lyndon ganhou 4 Oscars de Melhor Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino e Melhor Trilha Sonora, que é igualmente belíssima.

Música do post: 13 Sarabande

Get this widget Track details eSnips Social DNA


Youtube: Barry Lyndon



Beijos,


Pedrita

9 comentários:

  1. Fabuloso.
    Fotografia excepcional.
    E talvez a melhor interpretação de Ryan O'Neal.

    ResponderExcluir
  2. Acho muito bom isso! Filmes que não precisam de muito efeito, muita iluminação... coisas simples assim, me agradam bastante. Não é preciso milhões e milhões para se fazer um filme. É só juntar bons profissionais pra isso.

    Um abração!

    ResponderExcluir
  3. Acho que vi esse filme há muito tempo (no tempo do Zebedeu). Gosto muito de Kubrick.
    Linda a foto do desktop.
    Denise

    ResponderExcluir
  4. É um filme de aventuras por excelência. Mais uma vez Kubrick se mostrou minucioso, fundamental para o seu método de trabalho, e completamente à vontade na abordagem de mais um género diferente.

    10/10.

    ResponderExcluir
  5. Quero ver!!!
    Obrigada pela dica, Pedrita @>--

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Obra-prima do mestre Kubrick, tenho em dvd. Vale ver e rever tantas vezes. Um marco da década de 70, do auge da beleza de Ryan O'Neal e da diva Marisa Berenson.
    Lyndon é a epítome da ganância, do desgoverno e luxúria pessoal. Lição de moral com toque de veludo e pura elegância. Com uma história dessas, só Kubrick mesmo para pôr a mão certa. Reverências no céu e na terra a ele.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. quintela, o protagonista está impressionante mesmo. esse filme é uma obra de arte.

    tati, não sei se barry lyndon foi um filme barato. há muitas externas, muitas cidades, cenas de batalhas, acho qeu foi um filme bem dispendioso.

    dê, eu tb.

    ResponderExcluir
  8. Também adorei esse filme. As paisagens são lindíssimas, um luxo!

    ResponderExcluir
  9. olá

    passei por aqui e gostei do que vi

    Parabéns!

    Carla

    http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

    ResponderExcluir

Bons comentários!