sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Paulo José - Sangue Latino

Assisti a entrevista do Paulo José no programa Sangue Latino no Canal Brasil. Quem entrevista é Eric Nepomuceno. Eu tinha acompanhado as chamadas desse programa, mas ainda não tinha visto. Paulo José fala da década de 60, onde atuou em muitos espetáculos, fez muitos filmes. Fala do fim do Cinema Novo, da profusão de filme. E fala do AI 5 que tanto destruiu a cultura. Era uma época cultural invejável, muitos espetáculos, muito cinema, é uma pena que uma estrutura política possa ter destruído tanta informação e cultura. Ele comentou que todos eram unidos por um ideal, um ideal político, todos trabalhavam pelo coletivo. Eu gostei do formato do programa, mas até agora senti falta de músicos eruditos e dramaturgos do Mercosul sendo entrevistados. Na entrevista Paulo José declama poemas. Há vários anos, eu vi Paulo José no palco com a Elisa Lucinda, em um espetáculo de declamações de poemas, sensacional! Eu sou fã desse ator como ator, como declamador e de suas ideias.



From Mata Hari e 007
Beijos,

From Mata Hari e 007
Pedrita

9 comentários:

  1. Eu adorei a entrevista do Paulo José. Adorei as histórias que ele contou sobre o teatro daquela época.

    No feriado, vi a do Milton Nascimento e apesar de gostar muito dele, achei a conversa meio sem graça. Já vi entrevistas bem melhores com ele.

    PS- voltei a atualizar o Malos Hábitos.

    ResponderExcluir
  2. Pedrita, tudo bem?

    Nao existe ninguém como ele para declamar poemas.

    Eu estou vindo por aqui somente uma vez na semana. A Vivi está aprendendo a juntar letrinhas e eu também, rs.

    Qqr coisa, manda um email, pois este por causa do trabalho tenho que ficar com ele em aberto.

    Bom fim de semana

    Bjao

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro esse ator. Ele tem uma sensibilidade tão incrível. Fiquei tão triste quando soube que ele sofria de Parkinson porque mio nono teve essa doença e as forças dele aos poucos foram sendo minadas. É o homem sucumbindo lentamente a um mal que ainda não tem cura.
    Enfim, adoro o trabalho dele e essa entrevista foi divina. Ter o prazer de ouví-lo declamar poesias é um dos maiores prazeres da vida, com toda certeza.
    Bacio carissima

    ResponderExcluir
  4. ana maria, as entrevistas musicais achei as escolhas muito óbvias.

    georgia, é verdd.

    lunna, tb adoro esse ator.

    ResponderExcluir
  5. Oi Pedrita!
    Depende, na parte de músicos teve o Kevin Johansen, que para o público brasileiro é novidade.

    ResponderExcluir
  6. Pedrita, eu vi o filme a morte e a morte de quincas berro d'agua com ele.voce ja viu?

    ResponderExcluir
  7. Gostei do teu blog,e é provável que irá curtir o meu.Paulo José declama com muito mais astúcia o poema de Carlos Pena Filho,do que este poema de Ferreira que está em questão.Me procura no google:Coluna Daniel Muzitano.E parabéns,cultura é pra poucos.

    ResponderExcluir

Bons comentários!