domingo, 8 de abril de 2012

A Vida Secreta das Palavras

Assisti A Vida Secreta das Palavras (2005) de Isabel Coixet no Telecine Cult. Estava na dúvida se via esse filme pela sinopse, sem outras opções, e vendo que a produção é de Pedro Almodóvar resolvi assistir. Gostei muito, mesmo que tenha algumas incongruências, debate e mostra questões importantes. Fiquei bastante cética com a humanidade, o que já sou, normalmente. Essa diretora fez um documentário uns anos antes sobre a instituição IRCT - Conselho Internacional de Reabilitação de Vítimas Torturadas. Tem uma unidade em Copenhague, outra em Sarajevo, imagino que tenha sido o documentário que impulsionou o roteiro desse filme. Como vivem as pessoas que sobreviveram a torturas, algumas inclusive tem culpa de terem sobrevivido.

É difícil acreditar que o ser humano seja capaz de tal atrocidade, e não um ser humano que recebeu um rótulo de pervertido, já que nas guerras vários juntos, encarceraram mulheres por 10 anos e comenteram barbaridades em todos esses anos. Outra questão abordada nesse filme é a solidão e o isolamento, quantas pessoas vão trabalhar em lugares praticamente solitários. Nossa protagonista vai tratar de um homem com queimaduras profundas em uma base de petróleo que teve uma explosão. Só ficaram na base poucos funcionários e eles convivem ou tentam fugir da convivência naquele espaço limitado. Ela é interpretada pela Sarah Polley, ele por Tim Robbins, Javier Cámara faz o cozinheiro da base. Julie Christie a psicóloga da instituição. A Vida Secreta das Palavras ganhou vários prêmios como Goya de Melhor Filme e Melhor Diretor.

Beijos,
Pedrita

4 comentários:

  1. Lembro-me de ter visto este filme e de ter gostado muito.

    ResponderExcluir
  2. Preciso ver esse filme..

    Boa semana

    Bjao

    ResponderExcluir
  3. geocrusoe, eu tb gostei.

    georgia, é muito bom, mas é um filme adulto e bem pesado.

    ResponderExcluir

Bons comentários!