quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Cópia Fiel

Assisti Cópia Fiel (2010) de Abbas Kiarostami no Max. Procurava um filme pra ver pelo controle remoto, adoro a Juliette Binoche, resolvi ver. Um pouco antes passaram entrevistas sobre o filme e lembrei que o diretor é iraniano. Nas matérias falaram o quanto o cinema é universal. Adorei o filme e fiquei muito impactada! A discussão é toda sobre o original ou a cópia, inicialmente nas artes, depois na vida das pessoas, o que é realidade ou ficção. Cópia Fiel é uma co-produção entre França, Itália e Bélgica. São belíssimos os lugares que os protagonistas passam.

Começa com uma palestra, o escritor do livro Cópia Fiel fala sobre cópias, ele é interpretado pelo belo William Shimell. A personagem da Juliette vai assistir e ela fala para o filho que não concorda com as teorias dele. Os dois se encontram depois para debater sobre cópia e original. Depois de um tempo não sabemos se eles estão interpretando um casamento no passado ou se era verdade. Cópia Fiel me virou por dentro, o texto é incrível, os dois arrasam, boa parte das cenas são quadros completos, nós acompanhamos eles sem cortes boa parte do tempo. Obra prima! Juliette Binoche ganhou prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes.

Beijos,
Pedrita


4 comentários:

  1. Pedrita, o trailler é tudo de bom. Adoro essa atriz e gostei muitos as imagens do filme.

    Grande beijo

    ResponderExcluir
  2. Cada um discutiu o próprio divórcio usando o outro como transferência.

    As teorias são pretexto para a sedução mútua. Isto rola muito nestes eventos "acadêmicos".

    ResponderExcluir
  3. Também gosto bastante da atriz, assisti outros filmes do diretor e gostei. Desde que Cópia Fiel ainda estava nos festivais, eu queria ver e nunca dava certo. Agora assisti no Max, esperava muito, mas não sei, não consegui me envolver.

    ResponderExcluir
  4. georgia, acho q vai gostar.

    enaldo, pode ser, mas tb cabe tudo e isso é q é fascinante. pode ser uma interpretação, um estilo de debate, mas pode ser real. enfim, cabe tudo. e foi o q amei no filme. até pq cabe tudo na relação da cópia e original das obras tb.

    bruxa, puxa, eu amei, embarquei de cabeça.

    ResponderExcluir

Bons comentários!