quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Zweig - A Morte em Cena

Assisti ao documentário Zweig - A Morte em Cena (1995) de Sylvio Back no Curta!. Eu tinha assistido do mesmo diretor o filme Lost Zweig.  A Liliane do Paulamar me avisou desse e gravei. Eu gostei muito e é interessante como os dois filmes se completam, não se repetem. Começa com imagens de cinema antigas de Petrópolis e um narrador lendo uma carta de Zweig para sua ex-mulher. Ele fala da beleza da cidade, que pode morar, apesar de ter largado tudo para trás, casa, livros e objetos.

Nesta foto estão Stefan Zweig e sua mulher Lotte. Ele veio ao Brasil com a Lotte. Tinha vindo ao Brasil e a Argentina algumas vezes dar palestras, até que se instala em Petrópolis. Nessa carta que é narrada inicialmente ele diz que ele vai gostar de morar na cidade, que é perfeita. O documentário entrevista pessoas, como Alberto Dines, que escreveu um livro sobre Zweig. Stefan e a mulher se suicidaram um tempo depois de morar em Petrópolis. Tudo indica que o Stefan estava desgostoso com os rumos da Europa. No final o narrador lê a última carta a ex-mulher onde ele diz que não vê mais Petrópolis como antes, que Hitler está vencendo e tomou a Europa, que vai demorar muito para ele voltar a Alemanha. Um entrevistado diz que Zweig queria voltar a publicar os seus livros em alemão, que mesmo a melhor tradução nunca era a mesma coisa. Outra entrevistado falou do tempo que a Lotte demorou para morrer depois dele, 4 a 5 horas, pensam se ela teria relutado de ir junto com Stefan. Eu fico pensando que amor tão intenso para alguém abraçar a escolha do outro e partir com ele. Depois de ter visto do filme em 2004 eu vi dois filmes incríveis com textos de Stefan Zweig, A Coleção Invisível e O Grande Hotel Budapeste. Eu nunca li um único livro desse autor que só tive conhecimento pelo filme do Sylvio Back. No documentário falam como ele era personalidade, que todos queriam autógrafos. Preciso ler algumas obras. Inclusive foi Stefan Zweig que escreveu uma biografia sobre Maria Antonieta. Os links com todos os posts no blog sobre Stefan Zweig estão aqui.

Beijos,
Pedrita

8 comentários:

  1. Pois é. Já vi um documentário onde só Alberto Dines fala.
    Se passar de novo, avisa.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Pedrita!
    Como eu te falei no comentário anterior que gosto muito de filmes de terror e suspense mas tbm curto gênero cultural como esse documentário. Gosto tbm do Canal Brasil e Curta. As vezes o Canal Brasil passa uns filmes pesados, meio baixos, rsrs.

    Um grande bjos, sucessos sempre! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, adoro tudo o q vc falou, até os filmes pesados pq alguns são engraçados.

      Excluir
  3. Eu não curto muitos documentários, mas esse parece bom, também nunca li uma obra do autor, se ler comenta com a gente.
    Boa quarta-feira!
    Fica com Deus!
    Beijos!

    http://nannafonseca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Pedrita,
    Não é muito minha praia documentários.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  5. Oi td bem? N gosto mt de documentários bjo http://anaherminiapaulino.blog.uol.com.br/

    ResponderExcluir
  6. nanna, lulu e aninha eu vejo menos documentários.

    ResponderExcluir

Bons comentários!