segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Gilda

Assisti em DVD Gilda (1946) de Charles Vidor. O 007 me presenteou com o DVD no meu aniversário, sempre quis ver e agora consegui. Sim, Rita Hayworth mais linda como nunca, canta muito bem, desengonçada dançando. A parte do jogo, do cartel é bem realizada, mas a Gilda é uma mulher criada ao desejo do homem, totalmente irreal. Apesar de linda, desejável, sedutora, ela é mulher de um homem só, só pensa em casar e não tem interesse em dinheiro.

Esses itens já bastavam, mas ela ainda apanha e é colocada em cárcere privado. Para se vingar vai ao cassino cantar, vestida lindamente. Imagino o fetiche dos homens com esse filme de possuir literalmente essa mulher. Ter uma mulher estonteante que apanha e ainda canta, que não pensa em dinheiro, que só quer casar, só ama um homem só, que se ajoelha ao agressor, enfim...

E o marido dela, o dono do cassino, interpretado pelo George Macready é bem mais interessante que o Glenn Ford. O filme Gilda subestima a inteligência das mulheres. E o final é surreal, parecem que não sabiam como terminar. O policial, interpretado por Joseph Calleia, diz que vai fingir que não sabe de nada e deixa o casal continuar com o casino e com o cartel. Isso porque o protagonista estava jurado de morte pela máfia.

Beijos,
Pedrita

14 comentários:

  1. Resenha ótima não conhecia vou assisti, tenha uma semana abençoada.
    Canal: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Vi este filme em outra "encarnação", nem me lembrava mais dos detalhes, rsrs. Porém, muitos dos filmes antigos atestam o machismo vigente e o pouco caso para com as mulheres.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, esse filme deve ser da série todo mundo viu menos eu. há filmes até anteriores mais evoluídos que esse.

      Excluir
  3. Eu gostei desse filme.
    E gostei muito.
    Acho que foi o único filme com Rita Hayworth que vi.
    Penso que ainda tem muheres como Gilda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, eu estava tentando lembrar se eu já vi outro com ela. acho que sim.

      Excluir
  4. Hello Pedrita!
    Ela é linda, elegante e charmosa!
    Pela sinopse do filme deve ser muito bom, uma pena que ela apanhava.

    Beijinhos, sucessos sempre! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, por ela o filme vale a pena, pela história não, muito retrógrada até mesmo na época.

      Excluir
  5. Deve-se levar em conta o contexto da trama e a época em ele se passa.

    Lógico que hoje a trama envelheceu bastante, mas mesmo assim vale como curiosidade

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hugo, gertrude stein e simone de beauvoir são desse período e não são tacanhas e retrógradas assim. há contextos até anteriores a esse bem mais evoluídos.

      Excluir
  6. Olá Pedrina!!! Eu também gosto muito de filmes, gosto daqueles terror trash dos anos 80, e assistia muito o Corujão quando eu era adolescente. E tinha um filme em especial, que eu adorava quando passava porém nunca me lembro o nome do filme, quem sabe você pode me ajudar, creio que era do início dos anos 70 (porque o filme era colorido) não me lembro quem era a atriz principal, mas se parecia muito com a que fez Bonequinha de Luxo, era um romance, e me lembro que uma grife escolheu essa moça para ser modelo de uma grife e que a cor era Pink, e tinha até uma musica que tocava. Se você descobrir me conta lá no meu blog!!! Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu achei que era a garota rosa shoking que é da década de 80. eu gostei de cinderal em paris.

      Excluir
  7. Pedrina! Encontrei o filme: Cinderela em Paris com Audrey Hepburm se vc ainda não assistiu, e gosta de musicais, esse é um ótimo filme!!!! Mas não é dos anos 70 e sim anos 50!!! Fiquei de cara!!!! Rs Beijinhos http://www.adorocinema.com/personalidades/personalidade-760/

    ResponderExcluir

Bons comentários!