quarta-feira, 1 de junho de 2016

Lucia de B.

Assisti Lucia de B. (2014) de Paula Van Der Oest no Max. É sobre a enfermeira holandesa Lucia de Berk que foi acusada de assassinar bebês e idosos doentes. Eu não conhecia nada dessa história. Me deixei levar na forma como o filme nos apresenta. Mostram ela trabalhando muito duro com bebês. Ela ficava além dos horários, era extremamente dedicada. Mas era muito calada e reservada.

Até que há a suspeita de uma substância química em um bebê. A advocacia do hospital começa a procurar indícios se essa mulher é uma assassina. Uma jovem advogada vai estagiar nesse escritório e começa a ajuda na apuração dos fatos. Começa uma caça as bruxas com uma infinidade de abusos por parte desse escritório e da polícia. Vasculham o apartamento da enfermeira sem mandato, depoimentos sem a presença de advogados, escutas ilegais, fazem associações livremente sem psicólogos ou psiquiatras. Uma sucessão de preconceitos. Ela tinha se prostituído na adolescência, abandonou a filha para viver com outro homem, que ela lia tarô. Um horror. Temos dúvida se ela é inocente, mas as associações que fazem sem base alguma são vergonhosas.


Juntam-se a esses advogados a opinião pública ávida em condenar rapidamente uma assassina de bebês e idosos. Inclusive logo no início das averiguações, o dono do hospital fala que quer sigilo, mas horas depois faz uma coletiva já condenando a enfermeira antes mesmo das investigações, ganhando apoio de todos.

As acusações vão sendo desmontadas, mas Lucia de Berk passa seis anos presa. Um excelente advogado não gosta da forma com o caso está sendo conduzido e vai defender Lucia de Berk, não adianta muito, mas ele começa a desmontar as farsas. Lucia não abandonou a filha, a filha foi morar com o pai, vejam o machismo. Uma filha ir morar com o pai a mãe deve ter algum problema, não-necessariamente. Mas uma filha escolher morar com a mãe o pai jamais será questionado ou acusado de abandono. Lucia de Berk era um pouco antissocial, ficava mais sozinha nos hospitais que trabalhou e foi julgada por isso também. Lucia começa a lembrar da infância e descobrimos que a mãe prostituiu a filha adolescente. Sim, revoltada ela poderia matar bebês, talvez. Mas usam a prostituição como se fosse algum crime alguém querer vender o próprio corpo e no caso de Lúcia nem isso era. Só em um bebê parecia ter uma substância, e a advocacia do hospital já declara todos os outros casos sem prova alguma. Ela não é acusada de matar um bebê e sim de todos os pacientes que durante anos de trabalho morreram em suas mãos. Ariane Schulter está excelente como Lucia de Berk.

A jovem advogada é interpretada por Sallie Harmsen. A chefe dela por Annet Malherbe. Alguns outros por Barry Astma, Isis Cabolet, Marcel Muster e Fedja Vun Huet


Beijos,
Pedrita

14 comentários:

  1. Quero vê esse filme. Vou procurar no Max.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, achei que ia gostar. depois conta já que vc entende melhor de medicina que eu.

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Eu também gostei da novela Escrava Mãe. Será o tema do próximo post no meu blog. Bjs, Fabio www.tvfabio.zip.net

    ResponderExcluir
  3. Esse é um filme que não dá pra perder, vou procurar pra assistir. Amei a resenha!

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  4. Gente, já quero assistir esse filme!! Deve ser maravilhoso. Procurar para ver.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  5. Oi Pedrita,
    Não curto muito esse tipo de filme.
    big beijos
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lulu, do que te conheço acho que não ia gostar.

      Excluir
  6. A sinopse é boa. Deve ser bom, vou ver se acho uma reprise pra assistir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ruby, passa de vez em qd, mas bem pouco.

      Excluir
  7. Bom olá Pedrita, vim lhe pedir ajuda em relação à um filme que assisti anos atrás ( mais exatamente 2 3 anos) no Max. Em suma é sobre uma enfermeira que atropela um rapaz, rapaz que até então estava fugindo de um homem (leia-se vitima), pois o rapaz na verdade é assassino que ataca as pessoas à noite usando uma navalha dentro de suas casas enquanto dormem. Bom é isso desde já agradeço a atenção, espero que você possa me ajudar, é um filme bom esse e estou muito afim de assisti-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gezer, infelizmente não sei que filme é esse.

      Excluir

Bons comentários!