sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Boa noite, Mamãe

Assisti Boa Noite, Mamãe (2014) de Veronica Franz e Severin Fiala no TelecinePlay. Não sabia da existência desse filme austríaco, é um suspense terror muito, mas muito pesado. Eu gostei demais do nome original Ich Seh Ich Seh.

O filme começa com dois gêmeos brincando em uma plantação. Eles são interpretados por Lucas e Elias Schwarz.

Até que chega a mãe toda enfaixada. Eles começam a desconfiar e achar que não é a mãe que voltou. Ela pede muita comida congelada, não cozinha mais pra eles, coloca muitas regras e está muito agressiva. Sem paciência mesmo. Eles começam a responder a altura toda essa agressividade. A mãe foi interpretada por Susanne Wuest

Eu não permitiria que meus dois filhos participassem desse filme. É muito pesado. Imagino que tenha sido filmado separadamente. Mostram eles olhando a mãe e depois as violências. Imagino que eles olhavam para o nada e em outro momento filmaram separadamente os momentos tensos sem eles. Mas em algumas cenas eles participam claramente. Mesmo com acompanhamento psicológico, conversas, acho o filme muito complexo para ser absorvido em tão tenra idade. E garotos são curiosos. Com certeza quiseram ver o produto final e viram o que fizeram, mesmo que todos venham a insistir que foram os personagens. Se até adultos misturam ficção e realidade, imaginem garotos. Eu mesma fiquei muito perturbada com o filme.
O filme é muito, mas muito pesado. Só consegui ver indo aos poucos. Imagino o sofrimento de quem viu nos cinemas. Mas é muito interessante psicologicamente. No final até explica, mas confesso que não acho que a trama se feche tanto assim. Há muita complexidade psicológica, muitos traumas, é um filme riquíssimo para análise.

Beijos,
Pedrita

16 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Assisti Elena no Espaço Itaú Augusta... Nesta semana, participei da votação da APCA - TV. Em cinema, ganhou Aquarius, Julio Andrade e Andreia Horta. Até votei na atriz pelo trabalho em Liberdade, Liberdade, mas não entrou entre as cinco finalistas. Bjs, Fabio www.tvfabio.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, ainda bem que não vi no cinema. não teria estrutura emocional.

      Excluir
  2. Eu me lembro de quando o trailer desse filme saiu, parecia promissor.

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pri, é muito bom, mas absurdamente indigesto.

      Excluir
  3. Não conhecia mais gostei da dica, obrigada pela visita, bom final de semana.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  4. Não tive coragem de ver no cinema. Sou muito medrosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nequéren, um bom fim de semana.

      Excluir
    2. bruna, esse filme nem dá pra ver no cinema. só na tv mesmo.

      Excluir
  5. Creedo, rsrs. Tô fora amiga, se fosse só pesado eu já estaria, como você já deve saber, rsrs.

    Beijoca

    ResponderExcluir
  6. Comecei a vê e parei.
    Acho que vi por uma meia hora.
    Achei de muito terror.
    As crianças são lindas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, eu assisti por insistência. é muito terror mesmo.

      Excluir
  7. Pedrita,
    Suspense e terror é comigo mesmo, amo, rsrs.
    No dia que eu tiver a oportunidade não vou deixar
    de assisti-lo, amei a resenha!

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andréa, é muito bom, mas quase insuportável.

      Excluir
  8. Olá Pedrita!
    Quando assisti o filme eu pensei mesmo que fosse um terror, depois ele foi para o thriller psiocológico, concordo com vc que o final não foi redondo apesar da explicação, mas apesar do fato de Elias fazer o que faz ser incongruente, sei lá o que se passa na cabeça dos pequenos com relação a culpa :/
    Coincidentemente li um livro As Gêmeas do Gelo, parecido mas beeeem mais leve, o final é mais ou menos encaminhado da mesma forma, a diferença é que o final da mãe das gêmeas é no gelo e dos meninos no fogo.
    Nesse sentido acho que o fato do filme ser visual tem maior impacto e dá mais medo.
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir

Bons comentários!