quarta-feira, 21 de junho de 2017

A Corte

Assisti A Corte (2015) de Christian Vincent no TelecinePlay. O Telecine fez uma pauta temática para o filmes francês. No início colocaram a chamava do Festival de Cinema Francês Varilux que acontece em várias cidades brasileiras e não consegui ver nenhum. A Bruxa do 203 do Um Caminho Diferente viu vários.

A sinopse desse filme no Telecine é péssima e ele está em comédia, não sei onde esse filme é comédia. A Corte passa em um julgamento de uma trama trágica. Um homem é acusado de ter matado a filha com chutes. Os juri popular é escolhido e uma antiga conhecida do juiz é selecionado e eles se reaproximam. Ele é interpretado por Fabrice Luchini e ela por Sidse Babett Knudsen.

É muito triste o julgamento. A perícia foi relapsa, a confissão do suposto crime foi horas depois da polícia tomar os depoimentos, com suposição de tortura. Muito interessante quando o juiz conversa com os jurados dizendo que dificilmente a verdade irá aparecer. Só o casal sabe o que aconteceu aquela noite. O pai da criança se diz inocente. Poderia ter sido um acidente. E que o juri precisa decidir se condena para ter novo julgamento depois sem respostas ou se inocenta já que não há provas suficientes. O pai é interpretado por Victor Pontecorvo. Michaël Abiteboul faz o advogado de defesa. Nas conversas nos intervalos entre o juri popular dá para perceber a diferença de cada jurado e todas as influências imigratórias do país com visões de mundo e religiosos diferentes.

Beijos,
Pedrita

17 comentários:

  1. Parece muito bom
    E pelo Telecine posso até assistir pelo IPAD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, é bom. eu não vejo em telas pequenas. se pudesse veria tudo nos cinemas. mas a telona da tv de casa já me agrada tb. mas qq um menor nem pensar.

      Excluir
  2. Bom dia Pedrita. Realmente este filme é ótimo. O cinema francês esta conseguindo fazer filmes fabulosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. andreia, acho esse filme bom. tenho visto uns brasileiros fabulosos. franceses atuais nem tanto. só bons.

      Excluir
  3. Gosto deste tipo de filme, mas ainda não tive chance de conferir este.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Amo filmes franceses. Pena que estava com meu irmão e a noiva dele aqui em casa e não pude ir a nenhum filme do Festival Varilux. Esse deve ser muito bom! Adoro esse tipo de temática. Vou procurar para assistir
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adriana, eu amo os antigos. os atuais gosto de alguns. senti de não ir ver algum filme do festival. esse é bom.

      Excluir
  5. Este parece ser dos bons, trama com julgamentos sempre são envolventes, vou tentar vê-lo!
    Beijoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, é bom. o julgamento é pano de fundo.

      Excluir
  6. Oláááááá Pedrita
    Amooooo filmes com essa premissa de suspense e investigação, com possibilidades e intrincado, que faz a gente refletir e buscar alternativas.
    De comédia o plot não tem mesmo nada :/
    Um julgamento é sempre tenso, são tantas perguntas e tantas perguntas sem respostas, talvez não haja mesmo respostas.
    Nunca tinha visto pelo ponto de vista que vc colocou sobre como cada jurado tem perspectivas diferentes devido diversas influências culturais, pessoais, emocionais e religiosas.
    Já levo a indicação quero assistir deve ser um ótimo filme que prende a atenção todo o tempo.
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, o julgamento é pano de fundo. é bom.

      Excluir
  7. Voltei :)
    Acabei de comentar lá no post de O Bom Inverno!
    Mais bjs
    Luli

    ResponderExcluir
  8. Hello, Pedrita!
    Esse é o tipo de filme que me agrada, valeu por mais essa dica!

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Eu quero assistir Real no cinema. Espero que ainda permaneça em cartaz... Conheci no domingo passado o Top Teatro. Assisti O Quarto Estado da Água. Bjs, Fabio www.tvfabio.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fabio, vou ver qd vier a tv a cabo. confesso que não me animei. faz tempo que não vou aos cinemas.

      Excluir

Bons comentários!