sábado, 24 de junho de 2017

Paraíso Perdido e Cacti

Assisti Paraíso Perdido e Cacti do Balé da Cidade de São Paulo no Theatro Municipal de São Paulo. Que maravilha! Que preciosidade! Amei a coreografia Paraíso Perdido do coreógrafo grego Andonis Fodiadaki e é inspirada nas pinturas do Bosch falando do sagrado e do profano. Incríveis as máscaras de animais do estilista João Pimenta. A trilha de Julien Tarride também é excelente. A iluminação é de Guilherme Bonfanti. Verdadeira obra prima esse espetáculo! Absolutamente inesquecível!

A outra coreografia Cacti é do sueco Alexander Ekman com música de Beethoven, Haydn e Schubert. Muito interessante o trabalho com as placas de madeiras, seus sons, e os cactos. No saguão de entrada teve um prólogo. Gostei muito de ver performances assim tão de pertinho e ainda saíram para a escadaria do Theatro Municipal interpretando para quem passava nas ruas. Outra característica atual é o #BisnoMunicipal ou #EunoMunicipal. Ótima iniciativa! Como acontece com os espetáculos, é proibido filmar e fotografar. Para acabar com esses desejo incontrolável de fazer suas próprias fotos e vídeos, criaram esse recurso. Ao final o grupo faz um bis onde é permitido filmar e fotografar. Muito inteligente. É um festival de imagens e ainda sugerem as hastag ampliando as possibilidades de divulgação.
Foto de Sylvia Massini



Beijos,
Pedrita

12 comentários:

  1. Pedrita deve ser muito legal assistir...e tudo que envolve dança eu amo...adorei!

    Beijinhosss ;*
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
  2. Parece lindo mesmo!

    Legal esse ideia de um momento para filmar. Fico pensando se as pessoas que não param de fotografar e filmar estão realmente aproveitando o momento ou só querem mostrar que têm vídeos e fotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bruxa, foi lindo. muito boa mesmo essa ideia de momento para filmar. pelo menos não perturbam durante as apresentações já que avisam antes de começar. tb não entendo pq as fotos são ruins na maioria das vezes.

      Excluir
  3. Legal a ideia de dançarem nas escadarias para que os passante vissem e até se interessasse de ir.
    Não lembro do tempo que vi espetáculo de dança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, tb gostei de mostrarem um pouco na escadaria. eu vejo de vez em quando, menos do que gostaria.

      Excluir
  4. Pedrita,
    Pelas fotos e relato foi um belo espetáculo!

    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  5. Deve ter sido muito legal, pela descrição me deu muita vontade de ver esses trabalhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. marly, foi lindo demais! inesquecível!

      Excluir
  6. Olááááá Pedrita
    Deve ter sido mesmo lindo e bem diferente, gosto bastante da pegada de máscaras, mas confesso que fiquei mesmo instigada foi pela Cacti um Q de verde e de natureza contemporânea!
    Bacanudas as inicitivas de saírem para as escadarias, imagine que mágico quem está passando por ali e se depara com arte em plena rua????
    E inteligente a ideia de ter um momento para as fotos e filmagens, hoje já se discute muito isso, deixar passar o instante fotografando/filmando e não vivenciando.
    Adorei o post!
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, olha só, eu fiquei fascinada pelas máscaras. a arte é assim. atrai cada um de uma forma. tb acho incrível nas escadarias. e com máscaras me lembra os carnavais na europa q vi em filmes.

      Excluir

Bons comentários!