sábado, 8 de julho de 2017

Then She Found Me

Assisti Then She Found Me (2007) de Helen Hunt na ClaroTV. Eu olhava os filmes e me deparei com esse. Admiro muito a Helen Hunt e imaginei que um filme dirigido por ela deveria ser bom. E é muito bonito, com roteiro maduro inspirado no livro de Elinor Lipman.

Começa com o casamento de nossa protagonista. A própria Helen Hunt que a representa e ela casa com o personagem do Matthew Broderick. Um tempinho depois ele diz que não dá mais e vai embora. No dia seguinte sua mãe morre. Ela é professora primária. Destroçada ela tenta reconstituir a sua vida.

Nesse tumulto emocional todo ela conhece um homem e sua mãe biológica. Ele é interpretado pelo Colin Firth e a mãe por Bette Midler. É um filme muito bonito, com conflitos atuais de sentimentos. Realistas. Nem sempre o que se planeja dá certo, mas aceitar o que não se programou pode ser bom também. Gostei muito.

Quando ela vai ao médico eu achei que era o Salman Rushdie, mas fiquei na dúvida. E não é que é mesmo? Ela vai várias vezes e ele aparece mais algumas vezes.

Beijos,
Pedrita

10 comentários:

  1. Adorei esse filme.
    Uma história possível.
    E os locais de locação são lindos.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não vi, mas vou ver com certeza, pois gosto da Helen Hunt, gosto de filmes realistas e gostei da resenha, rsrs.

    ResponderExcluir
  3. Assisti faz algum tempo e achei um filme mediano. O elenco é o ponto principal.

    O título em português é "Quando Me Apaixono".

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hugo, é muito mais q mediano. foge daquele ideal romântico patético e irreal e tem um roteiro maduro. o título em português é igualmente patético. o filme foge da idealização das vidas em que tudo é maravilhoso e melhor do q se previa.

      Excluir
  4. Ólááááá Pedrita
    Eu gostei do filme achei a química entre a Helen e o Colin (eu sou apaixonada pelo Colin desde sempre e é um dos meus atores favoritos da vida inteira <3) perfeita.
    Achei também que a Bette Midler teve um bom papel coisa que não acontece frequentemente e ela é uma boa atriz :)
    Um roteiro relativamente simples, mas dirigido com ternura e com personagens bastante reais.
    Bjsssss Luli

    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. luli, tb adoro o firth. é bonito pq os dois são machucados. e gostei do realismo da personagem da bete. sim, era imperfeita. mas era assim q era. não dá pra mudar.

      Excluir
  5. Hello, Pedrita!
    Eu tbm gosto e admito a Helen Hunt, esse filme deve ser lindo!

    Beijinhos

    ResponderExcluir

Bons comentários!