quarta-feira, 1 de abril de 2009

O Amor nos Tempos do Cólera

Assisti O Amor nos Tempos do Cólera (2007) de Mike Newell no Telecine Premium. Garanto que o filme não é metade tão bonito quanto esse pôster. Eu já sabia que o filme tinha recebido críticas ruins, mas queria ver porque é baseado no livro do Gabriel García Marquez que mais gosto. Mas o filme é um equívoco. A maquiagem acho é o pior. Como a história se passa da juventude a velhice, foram necessários vários recursos, troca de elenco, maquiagem para rejuvenescimento e envelhecimento. Todas as escolhas foram um equívoco. Um tio já idoso com o jovem rapaz menor de idade ficava no futuro mais jovem que o rapaz que chegava nos 40 anos. O Javier Bardem envelhece rapidamente, fica um ancião ainda jovem e sua amada mesmo na velhice tem o queixo de uma moça de 20 anos. Isso já fica difícil de administrar mentalmente a trama.

Gosto muito dos atores principais, Giovanna Mezzogiorno e Javier Bardem. Gostei do ator que fez o Bardem moço, Unax Ugalde. Mas não gostei do ator que interpreta o homem que se casa com nossa protagonista, Benjamin Bratt e no início que ele aparece velho é patético de tão mal feito. Não gostei também do ator que faz o pai da moça, John Leguizamo. Acho que quiseram latinizar demais o filme, já que é ambientado na América Latina, e ficou muito esteriotipado do que os países acham que são os latinos. Os dois atores eram do gênero cafona de amante latino criado pelo exterior, não a realidade. Inclusive o pai da moça não parece pai, parece que tem a mesma idade da filha. Não lembro no livro se o médico que vai examiná-la coloca o rosto diretamente no corpo dela. Antigamente as pessoas eram ascultadas com roupas. Fernanda Montenegro também está no elenco.

Música do post e do filme: Shakira - Pienso En Ti






Beijos,

Pedrita

8 comentários:

  1. Pedrita, eu fico até com raiva quando vejo um filme assim. Sinto que perdi tempo vendo um filme que foi mal realizado. Mas vejo até o fim, não gosto de largar um filme na metade, mesmo os ruins.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você Pedrida, o filme nao emplacou.

    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Olá Pedrita
    Quando o livro surgiu em Portugal devorámos as páinas rápidamente e por diversas vezes já voltámos a ele, quando surgiu o filme as expectativas eram altas, mas infelizmente não correspondeu, deveria pelo menos ter mais uma hora de duração,mas as regras do jogo ditaram que fosse feito um filme com a duração habitual.
    Beijinhos
    Paula e Rui Lima

    ResponderExcluir
  4. foi otimo ler teu comentario, assim não perderei meu tempo vendo isso.
    gosto do livro, não quero depois ficar fazendo comparações....
    DETESTO a Fernanda Montenegro....

    ResponderExcluir
  5. Hola, Pedrita!

    Não vi o filme, estava na minha listinha, pena que não é bom.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. marion, eu tb vejo até o fim.

    paula e rui, acho qeu precisam fazer outro filme com melhor direção e maquiagem.

    olhonopombo, não vale a pena.

    ResponderExcluir
  7. Adoro Gabriel Garcia Marques e "Amor nos tempos de cólera" é um dos meus livros prediletos. Tinha lido críticas ruins do filme e não tive coragem de assisti-lo.
    Adorei o arranjo de "Pienso en ti" da Shakira. Tenho o CD com outra versão mais pop.
    Denise

    ResponderExcluir
  8. Legal, ver que você comenta até filme que não gostou! :D

    ResponderExcluir

Bons comentários!