domingo, 18 de outubro de 2009

Liz


Assisti ao espetáculo Liz no Espaço Satyros. A direção é de Rodolfo Garcìa Varquez e o texto é do cubano Reinaldo Monteiro. O texto é inspirado na Rainha Elizabeth. Esse espetáculo é impressionante! Fiquei encantada com tudo. O texto é muito político e crítico a religiões. Apesar de remeter a um período político da Inglaterra, fala muito de falta de liberdade, matar quem se opõe ao governo e vários temas cubanos e mesmo a qualquer país. Os textos religiosos questionam dogmas e máximas dos livros sagrados. Todo o elenco é incrível! Me surpreendi com a protagonista, Cléo de Paris, belíssima e talentosa. Eu não tinha ideia que esse espetáculo tinha tantos atores em cena: Ivam Cabral, Germano Pereira, Alberto Guzik Fábio Penna, Brígida Menegatti,Silvanah Santos, Phedra D. Córdoba, Tiago Leal, Julia Bobrow e Chico Ribas.

Eu amei os cenários e figurinos de Marcello Maffei e Silvanah Santos. Tinham toda a caracte-rização das roupas de época, mas eram confeccionados de retalhos e vários tecidos. Os sapatos também eram mágicos. Eu achei belíssima a cena que fazem o cenário se transformar em mar. Gostei do recurso de mostrar a cabeça decapitada com um lenço de tule a cabeça. A trilha sonora é muito boa também. Esse espetáculo foi apresentado em Cuba em 2008 e estreou em São Paulo em 2009 no SESC Paulista. Lyz fica em cartaz no Espaço Satyros até o dia 31 de outubro.
Youtube: Liz



Beijos,


Pedrita

4 comentários:

  1. Pedrita, eu queria ter metade da disposição que vc tem!!! Sempre com novidade e sempre coisas diferentes:)
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Oi Pedrita.

    Faz tempo que não sai para assistir um espetáculoassim.
    Preciso me animar mais.

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  3. Oi, Pedrita!

    Fiquei com muita vontade de assistir. Preciso retomar meus programas culturais! Eles estão meio parados ultimamente!

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  4. la socière e elvira, tem vezes que tenho q me esforçar pra sair, mas sou como crianças, relutam pra ir pra escola, mas depois não querem vir embora.

    carla, eu sinto muita culpa se paro de sair pra ver programas culturais.

    ResponderExcluir

Bons comentários!