sábado, 14 de novembro de 2009

1972

Assisti 1972 (2006) de José Emílio Rondeau no Cinemax. Eu tinha gostado muito do trailer, infelizmente não achei o trailer que vi, só outro mais convencional. O que vi era todo psicodélico, com uma ótima edição, instigante. Tinha uma certa curiosidade em ver esse filme. É uma história de amor ambientada em 1972. Uma jornalista que gosta de escrever sobre rock e um músico. Ela da Zona Sul do Rio de Janeiro, ele da periferia. Gostei, mas tem alguns momentos perto do final que ficaram muito forçados e esquisitos. A cena armada na festa parecia novela. E o tenente voltando ao quartel, parecia uma ditadura romanceada.

Gostei demais dos jovens do elenco. Bonitos e talentosos. O casal protagonista é ótimo: Rafael Rocha e Dandara Guerra. Os outros são: Fábio Azevedo, Bem Gil, Dudu Azevedo, Débora Lamm, Lúcio Mauro Filho, Tony Tornado, Louise Cardoso, Marcelo Faria, Elizângela e Cláudio Gabriel. Gostei muito dos figurinos da Karla Monteiro.


Youtube: 1972 O filme


Beijos,

Pedrita

6 comentários:

  1. Pedrita, você e suas dicas e seus achados. Nao conhecia.

    Bjao

    ResponderExcluir
  2. Oi Pedrita.

    Vi o trailer uma vez no cinema mas a temporada passou tão rápido que nem deu tempo de assistir.
    Já tinha me esquecido.

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? A Dona da História é um filme nacional super interessante... Escapa da favelização, bandidagem da atual safra.. Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  4. Ainda não vi. Adoro filmes ambientados nos anos 70.

    ResponderExcluir
  5. De facto, a distribuição de cinema brasileiro em Portugal é nula ou quase.
    Certamente que não teremos oportunidade de ver mais um filme...

    ResponderExcluir
  6. georgia e ana maria, é mais ou menos esse.

    elvira, eu tinha gostado do trailer q queria ver.

    fabio, gostei de a dona da história, mas preferi a peça.

    quintela, é uma pena mesmo e esse é mais recente. nem agora o intercâmbio aumentou.

    ResponderExcluir

Bons comentários!