quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Concerto do Bruch Trio

Fui ao concerto do Bruch Trio no Centro Cultural Ataliba Barrocas em Cordeirópolis. Foi a primeira apresentação do projeto Viagem Musical que tem o patrocínio da Fundação Nestlé Brasil. Eu não conhecia a cidade de Cordeirópolis, muito simpática e o concerto foi maravilhoso. O Bruch Trio é formado por excelentes músicos: Aída Machado (piano), Marta Vidigal (clarinete) e Marcelo Jaffé (viola). Gostei da formação original do grupo. O repertório foi belíssimo.  O Bruch Trio começou com o compositor que culminou no nome do grupo, Max Bruch, tocaram a obra Stücke, Opus 83, que interpretação e que peça linda. Depois eles tocaram de BrahmsZwei Gesänge, Opus 91, essa obra foi escrita para canto, viola e piano, fizeram a adaptação desse repertório onde o clarinete tocou as notas do canto. O trio terminou o concerto com Schumann, com a obra Märchenersählungen, Opus 132.


O projeto Viagem Musical vai até novembro, sempre com apresentações de música gratuitas pelo interior de São Paulo.





From Mata Hari e 007
Beijos,

From Mata Hari e 007
Pedrita

4 comentários:

  1. A música de câmara possui um número infinito de pérolas musicais, tantas vezes esquecidas pela industria discográfica, que muitas vezes só é possível descobrir nos concertos.
    Aqui em Porugal está a acontecer um ciclo Mozart que vai durar meses na sala da Fundação Gulbenkian.
    Beijinhos
    Paula e Rui Lima

    ResponderExcluir
  2. OLá, tudo bem? Assisti ao filme Nosso Lar.. Você já escreveu algum comentário a respeito? Achie curto demais o longa.. Poderia ter mais algum tempo de arte... Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
  3. paula e rui, realmente música de câmara é sublime.

    fabio, eu não tenho vontade de ver esse filme. eu li o livro em uma época que não tinha lucidez, a obra é medíocre, mal escrita e muito surreal. não tenho a mínima vontade de ver o filme. deve ser interessante pra quem acredita nessa religião e em quem o escreveu.

    ResponderExcluir
  4. Cordeirópolis? Estive lá perto uma vez, em Brotas. Adorei a estação de trem de lá, era onde os trens anexavam outros vagões para seguir pela ferrovia araraquarense (acho que era isso) já faz tempo isso, então...
    Bem, deve ser ótimo esses concertos pelo interior.Bacio

    ResponderExcluir

Bons comentários!