sábado, 28 de setembro de 2013

Saramandaia

Assisti Saramandaia (2013) de Dias Gomes na TV Globo. Foi uma brilhante adaptação de Ricardo Linhares da antiga Saramandaia. Direção geral de Fabrício Mamberti e Denise Saraceni. Eu amo realismo fantástico, e Saramandaia foi incrível. Belíssimo cenário, cores, figurinos, elenco, interpretações, ideias. E foi difícil ficar acordada para ver, ainda mais em dias de jogos. Eu tinha que ficar vendo outras programações e zapeando para ver quando começava. Um dia inclusive teve prorrogações no jogo e Saramandaia não apareceu. Mas era tão incrível, que valeu todos os sacrifícios.

Saramandaia falou de preconceitos, liberdade e respeito. Com linguagem própria, a maioria tinha "diferencices", como João Gibão que tinha a "corcundice", mas que na verdade eram asas. Sua noiva Marcina, tinha calores, ficava vermelha e soltava fumaça quando se apaixonava. Era virgem porque não tinha conseguido namorar ninguém porque os queimava. João Gibão foi interpretado brilhantemente por Sérgio Guizé. Marcina por Chandelly Braz. Linda a personagem da mãe do João Gibão interpretada pela Renata Sorrah. A tolerância dessa mãe, a forma de ajudar o filho a superar as suas "diferencices" foi contagiante.

Que lindo o amor do Seu Encolheu e Dona Redonda. Vera Holtz e Matheus Nachtergaele arrasaram, o cachorrinho Pingo deles também. Foi muito triste a festa de 25 anos de casamento, onde ninguém apareceu, nem os melhores amigos. A filha foi interpretada por Thaís Melchior que contracenava com André Bankoff. A trama da Dona Redonda foi ampliada e surgiu então a irmã gêmea da Dona Redonda. As roupas modernas, de menina, eram ótimas. Eu amei todos os figurinos de Gogoia Sampaio. Os cenários eram de May Martins, Fernando Schmidt e Claydiney Barino.Os efeitos especiais também eram muitos. E iluminação de William Gavião e Alexandre Reigada era belíssima.Obra de arte!

 Gabriel Braga Nunes estava ótimo como Aristóbolo e Débora Bloch como a Risoleta. A cidade toda sabia que ele era Lobisomem, mas ele era discreto, no dia que saiu do armário, todos passaram a evitá-lo. Os diálogos eram ótimos. O padre, interpretado brilhantemente por Maurício Tizumba, foi excomungado por ter casado um Lobisomem. Dona Paradeira, uma parteira preconceituosa, foi interpretada pela ótima Ana Beatriz Nogueira. Seu marido que punha o coração pela boca por Marcos Palmeira.

Todos os casais eram apaixonantes, até mesmo os dos vilões. Lindinho o romance de Stela e Tiago. Adoro a Laura Neiva, tenho aprendido a gostar da interpretação de Pedro Tergolina. Muito bem escrito o conflito da personagem Laura Rosado. Ela tinha uma paixão fulminante pelo malvado Carlito Prata, mas se esforçava pra retomar o relacionamento com o Dr. Rochinha. Ela foi interpretada muito bem por Lívia de Bueno. O Carlito pelo Marcos Pasquim. E o doutor pelo André Frateschi. Eu adorei esse personagem, ele era fascinado pelas "mudancices" de Saramandaia. Achava lindas as asas do João Gibão, e emoção do ator quando as viu foi linda. Ele era fascinado pelas raízes do personagem do Tarcísio Meira

Como eu me emocionava com o casal Dona Pupu e Belisário. Que amor lindo! Ele só uma cabeça e ela sempre moderna, estimulando o amor do filho com a Risoleta. Os dois foram interpretados por Luiz Henrique Nogueira e Aracy Balabanian. Muito bonitinha a trama da Dora interpretada pela carismática Carolina Bezerra e sua amiga Camila Lucciola. Os casais principais foram interpretados por Lília Cabral e José Mayer e Leandra Leal e Fernando Belo.  Adoro a atriz Ilva Niño que fez a braço direito da Vitória. Adorava a turma da barbearia: Zéu Britto, André Abujamra e sua esposa Georgiana Góes. Estava muito bem Val Perre que interpretou o capanga do Zico Rosado. Gostava também do delegado que fez voto de castidade interpretado muito bem por Theodoro Cochrane. Adorei rever a bela Angela Figueiredo. E a braço direito da personagem dela foi interpretada por outra bela atriz, Dja Martins.

E sim, Fernanda Montenegro arrasou como a Dona Candinha e suas galinhas imaginárias. Eram lindas as cenas dela com Laura Neiva e Tarcísio Meira. A sintonia das duas nas cenas era linda! Já estou com saudades de Saramandaia.

Beijos,
Pedrita

16 comentários:

  1. Amiga tenho vontade de assistir mas e mto tarde hehe beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Fiquei com pena de não ter assistido. Mas ainda pretendo ver algum dia, em reprise ou DVD.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bruxa, minha mãe quer que saia o dvd pra ela assistir.

      Excluir
  3. Era tarde demais... Durmo cedo demais para aguentar assistir no horário que passava. Só vi dois capitulos e amei. Pena que nem o ultimo capitulo vi!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adriana, foi difícil ficar acordada, mas depois que começava esquecia o sono.

      Excluir
  4. Adoreeeeeeeeeeeeei!! Pena que acabou!!! Amava principalmente a Marcina e o Gibão!! Ótima novela!

    ResponderExcluir
  5. O horário de Saramandaia era cruel, Pedrita. Acho que não consegui assistir um capítulo inteiro.
    Sim, Nabucco é ópera. Mas pensei que era parte de La Traviatta.
    Preciso lembrar da letra para voltar a dar meus "gorgeios" aqui em casa, para horror da Infanta Beatriz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. liliane, só vi pq amo realismo fantástico e a novela foi incrível.

      Excluir
  6. Pedrita, hoje, domingo, tem no CULT, Hannah e suas irmães.
    Vou assistir.

    ResponderExcluir
  7. Só assisti o primeiro capítulo e achei muito fantasioso não me animei pra continuar vendo a novela.
    Convido vc responder uma nova enquete no blog
    Obrigada.
    Big Beijos
    obs: Quer ganhar um relógio? Participe da nossa promoção que está no ar até 15/10!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lulu, eu vi exatamente pq era muito fantasioso.

      Excluir
  8. Pedrita, adoro receber a família em casa. Amigos que participam, poucos. Aquela gorda que está na foto, é uma amiga de uma amiga mas que está sempre nas minhas reuniões.
    Penso que trabalhamos tanto para ter uma casa arrumadinha que não usa-la me faria mal.
    Sou muito prática e organizada. Não deixo que façam bagunça na minha casa.
    No dia seguinte, mesmo sem a serviçal Clarice, consigo deixar tudo arrumado, quase como antes.

    ResponderExcluir
  9. Ola Pedrita, como tu ,gostei demais de Saramandaia.Adorei as "palavrices e as fantasices" que assistimos embora num tardio horário.Fiquei com pena quando terminou,fiquei querendo mais.......Excelente a tua postagem ,dando créditos á todos personagens.Que bom que desta vez acertei num filme que vistes e gostastes.Tenhas uma ótima semana e fica meu abraço.SU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. suzane, ai, as palavrices. nem me fala, estou com tristeza que acabou. é muito bom mesmo poder dividir algo que vimos com alguém. tb adoro qd alguém tb viu e comenta.

      Excluir

Bons comentários!